EXPERIÊNCIA DE APLICAÇÃO DA ESCALA DE DESENVOLVIMENTO MOTOR EM CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

Resumo

Foi nosso objetivo avaliar o nível de desenvolvimento motor de crianças que frequentam uma escola pública de educação infantil. Para tanto optamos pela pesquisa quali/quantitativa de caráter exploratório, e como instrumento de coleta de dados lançamos mão da Escala de Desenvolvimento Motor (EDM). Treze crianças com faixa etária entre 4 e 5 anos foram avaliadas. Os dados revelaram que 69% dos escolares se encontram dentro dos critérios de normalidade e 31% estão entre os índices de muito inferior e normal inferior, o que nos permite conjecturar sobre a realidade de oferta de ambientes formativos, familiar e escolar que tenham como premissa a oferta do rol das práticas corporais. Nessa linha, a indispensabilidade, da promoção de estímulos que considerem a motricidade como caminho pedagógico e formativo.

Biografia do Autor

Maria Victória Augusto e Silva

Graduada em Educação Física pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). E-mail: [email protected]

Karine Silva Bozoki, Colégio Salesiano Santa Maria

Graduada em Educação Física pela Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT). Professora da Educação Infantil no Colégio Salesiano Santa Maria. Membro do Centro de Inovação em Educação e Saúde da UNEMAT. E-mail: [email protected]

Downloads

Publicado

20-01-2023

Como Citar

AUGUSTO E SILVA, M. V.; BOZOKI, K. S.; MARTINS BRESSAN, J. C. EXPERIÊNCIA DE APLICAÇÃO DA ESCALA DE DESENVOLVIMENTO MOTOR EM CRIANÇAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL. Revista Interação Interdisciplinar (ISSN: 2526-9550), [S. l.], v. 1, n. 2, p. 61–76, 2023. Disponível em: https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/interacao/article/view/2333. Acesso em: 5 fev. 2023.