UM UNIVERSO A DESCORTINAR SOBRE O BRINCAR E AS CULTURAS (LÚDICAS) INFANTIS NO CONTEXTO URBANO E INDÍGENA

Autores

  • Evandro Salvador Alves Oliveira Centro Universitário de Mineiros
  • Laudinéa de Souza Rodrigues Professora na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso e Secretaria Municipal de Educação de Rondonópolis
  • Raquel Gonçalves Salgado Universidade Federal de Rondonópolis
  • Sílvia de Fátima Pilegi Rodrigues Universidade Federal de Rondonópolis

Resumo

Este artigo objetiva analisar o brincar e a produção de culturas lúdicas infantis, considerando as brincadeiras produzidas em dois contextos: a cidade, onde se encontravam crianças de uma turma da Educação Infantil de uma instituição pública, e a Aldeia Igarapé Lourdes, onde viviam crianças Gavião Ikolen. As elaborações teóricas ancoram-se nos estudos de pesquisadores da Sociologia da Infância e da Antropologia da Criança, entre eles, Brougère (2002, 2010), Corsaro (2011) e Sarmento (2005). Trata-se de uma proposta alicerçada na abordagem qualitativa, cujos dados provêm da apropriação de instrumentos metodológicos tanto da pesquisa intervenção quanto da etnografia. As conclusões apontam que a cultura da cidade fabrica brinquedos com o intuito de atingir as crianças urbanas que, na apropriação das referências simbólicas, ressignificam suas formas de brincar. Contudo, a partir do intenso contato com a sociedade não indígena, as crianças Gavião também se apropriam de brinquedos urbanos, agregando novos elementos ao seu brincar e às suas culturas infantis.

 

Biografia do Autor

Evandro Salvador Alves Oliveira, Centro Universitário de Mineiros

Possui graduação em Educação Física pela Fundação Municipal de Educação e Cultura de Santa Fé do Sul - SP FUNEC (2006). Graduação em Pedagogia pela UNISERRA/MT (2015). Especialista em Educação Especial e Inclusão no Espaço Escolar pela Organização Mundial para a Educação Pré-escolar - OMEP/AJES (2008). Mestrado em Educação pela UFMT - Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu), Campus Universitário de Rondonópolis, da Universidade Federal de Mato Grosso (2014), linha de Pesquisa: Linguagens, Cultura e Construção do conhecimento: perspectivas histórica e contemporânea. Doutor em Estudos da Criança - Universidade do Minho (Portugal), linha de pesquisa: Educação Física, Lazer e Recreação. Doutor em Educação - Universidade de Uberaba (Uniube), linha de pesquisa: Desenvolvimento profissional, trabalho docente e processos de ensino-aprendizagem. Membro associado da Anped, membro do Centro de Investigação em Estudos da Criança - CIEC - UMinho (Portugal), membro do GEIJC (Grupo de pesquisa em Infância, Juventude e Cultura Contemporânea - Brasil) e membro do GEPETTES (Grupo de Estudos e Pesquisas Trabalho Docente, Tecnologia e Subjetividade). Professor Adjunto na UNIFIMES (Centro Universitário de Mineiros). Atualmente coordena o curso de Educação Física da mesma instituição. Tem experiência na área da Educação, Educação Física, estudos da infância, mídias e tecnologias, recreação e lazer.

Laudinéa de Souza Rodrigues, Professora na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso e Secretaria Municipal de Educação de Rondonópolis

Professora na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso e Secretaria Municipal de Educação de Rondonópolis; Mestra em Educação pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Raquel Gonçalves Salgado, Universidade Federal de Rondonópolis

Professora Associada na Universidade Federal de Rondonópolis; Pós Doutorado em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense.

Sílvia de Fátima Pilegi Rodrigues, Universidade Federal de Rondonópolis

Professora Associada IV na Universidade Federal de Rondonópolis; Pós Doutorado pela Universidade Estadual Paulista.

Downloads

Publicado

20-01-2023

Como Citar

OLIVEIRA, E. S. A.; DE SOUZA RODRIGUES, L.; GONÇALVES SALGADO, R.; DE FÁTIMA PILEGI RODRIGUES, S. UM UNIVERSO A DESCORTINAR SOBRE O BRINCAR E AS CULTURAS (LÚDICAS) INFANTIS NO CONTEXTO URBANO E INDÍGENA. Revista Interação Interdisciplinar (ISSN: 2526-9550), [S. l.], v. 1, n. 2, p. 105–122, 2023. Disponível em: https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/interacao/article/view/2329. Acesso em: 5 fev. 2023.