DESEMPENHO DE CRIANÇAS NO TESTE DE INTELIGÊNCIA MATRIZES PROGRESSIVAS COLORIDAS DE RAVEN

Autores

Resumo

O teste Matrizes Progressivas Coloridas de Raven avalia a inteligência fluida ou geral em crianças. Como essa é uma competência importante em relação a várias decisões que afetam a vida de alguém, o objetivo desse estudo foi comparar o desempenho de crianças no teste Matrizes Progressivas Coloridas de Raven em relação ao sexo, tipo de escola e faixas etárias, para ao final apresentar normas de desempenho diferenciadas para cada grupo de crianças. Participaram 431 crianças com idade de 7 a 11 anos. As evidências de precisão foram avaliadas por meio do alfa de Cronbach e correlação bisserial. Para comparar os resultados considerando sexo, tipo de escola e idade foram utilizados os testes de Mann-Whitney e Kruskal-Wallis. Adicionalmente, utilizou-se correlação de Spearman para observar a relação entre a idade e desempenho no teste. O alfa de Cronbach total foi 0,874. A correlação bisserial indicou que a série B apresentou as maiores correlações com a variável latente. Não houve diferença no desempenho dos alunos quanto ao tipo de escola e sexo, contudo houve correlação positiva moderada (r = 0,60) entre idade e desempenho.  Ao final, as normas para interpretação do teste foram elaboradas de acordo com cinco faixas etárias e por meio de percentis.

Downloads

Publicado

20-01-2023

Como Citar

PERISSINOTTO, R.; RESENDE, A. C.; BORGES , N. M. de S.; ASSIS, A. L. de M. DESEMPENHO DE CRIANÇAS NO TESTE DE INTELIGÊNCIA MATRIZES PROGRESSIVAS COLORIDAS DE RAVEN. Revista Interação Interdisciplinar (ISSN: 2526-9550), [S. l.], v. 1, n. 2, p. 142–160, 2023. Disponível em: https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/interacao/article/view/2323. Acesso em: 5 fev. 2023.