Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria <p><span style="color: #000000; font-size: 12pt; font-family: Calibri,Helvetica,sans-serif;">Anais da </span><span style="color: #000000; font-family: Calibri,Helvetica,sans-serif; font-size: 12pt; text-align: justify; background-color: #ffffff; display: inline!important;">Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica</span></p> pt-BR pesquisa@unifimes.edu.br (Glicélia Pereira Silva) deinfo@unifimes.edu.br (Fernando Freitas Costa) Mon, 31 Jan 2022 10:21:22 -0300 OJS 3.3.0.10 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 Associação Do Desmame Precoce Com O Desenvolvimento Da Alergia À Proteína Do Leite De Vaca https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1404 <p>A infância é o período de maior desenvolvimento do ser, necessitando de nutrição adequada. Nesse viés, tem-se o aleitamento materno como o primeiro alimento ofertado e mais completo, que provem parte do seu desenvolvimento biológico, cognitivo e emocional. A sociedade brasileira de pediatria prevê que o aleitamento exclusivo seja ofertado até o sexto mês de vida do lactente na forma de livre demanda, e a partir do sexto mês seja iniciada a introdução alimentar. Caso isso não ocorra, tem-se o aumento da incidência de prejuízos, com destaque a alergia alimentar e em especial a alergia à proteína do leite de vaca (APLV). A APLV IgE não mediada consiste na forma mais prevalente, caracterizada por hipersensibilidade celular tardia que se apresenta com sinais e sintomas gastrointestinais. Nesse contexto, o objetivo desse estudo é elucidar os motivos que levam ao desmame precoce e compreender como essa prática configura um fator desencadeante para a APLV. Para isso, realizou-se uma revisão da literatura nas bases de dados Scielo, LILACS e Google Acadêmico, selecionando 9 referências inerentes ao tema abordado. Os estudos avaliados apontaram que o aleitamento materno exclusivo fornece proteção e tolerância ao lactente contra alergias alimentares, pois, promove a maturação do trato gastrointestinal, consolidação da microbiota e desenvolvimento da barreira imunológica da mucosa intestinal. Assim como, foi possível concluir que um dos principais fatores de risco da APLV é o desmame e ingestão precoce do leita da vaca.</p> Amanda Ataides Ribeiro, Ana Maria Marsura, João Pedro Ribeiro Barbosa Ferreira, Maria Fernanda Atavila Nogueira, Danila Malheiros Souza Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1404 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Relação entre prática regular de atividade física e o envelhecimento da pele https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1422 <p>Resumo: Na contemporaneidade, a prática de atividade física vem tomando grandes proporções na vida das pessoas, sendo buscada a cada dia mais por jovens, adultos e idosos. Isso acontece devido aos inúmeros benefícios trazidos tanto curativos como preventivo de diversas patologias. Nesse artigo, será abordado a relação entre a importância da atividade física no envelhecimento saudável da pele. Será realizado uma análise bibliográfica de artigos publicados na temática da importância da pratica regular de atividade física, assim como será caracterizado os benefícios dos exercícios aeróbicos ou anaeróbicos quanto a saúde da pele. Por fim, é de conhecimento geral que o envelhecimento é um processo fisiológico natural, mas que um dos motivos das grandes proporções de busca à vida saudável é reduzir, prevenir e tratar declínios funcionais associados ao envelhecimento afim reduzir e/ou minimizar algumas marcas do envelhecimento.<br><br></p> eugenia cristina vilela coelho Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1422 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 SOBRE NOSSOS ROSTOS MÁSCARAS, SOBRE NOSSAS MÃOS ÁLCOOL EM GEL: O ADOECIMENTO DOCENTE EM CONTEXTO DE PANDEMIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1298 <p>Este texto marca as reflexões feitas sobre a prática docente em contexto de pandemia. Um contexto que nos coloca na vanguarda da agregação e aplicação de conhecimentos de forma síncrona e assíncrona em sala de aula, aprimorando estratégias e ações que implementam a prática pedagógica e fortalecem o conhecimento no contexto pandêmico. Contexto também marcado pelo adoecimento dos professores, fato cujas discussões nem sempre são feitas, disseminadas e ampliadas no espaço educacional. Estudo qualitativo interdisciplinar, baseado em pesquisa bibliográfica.</p> Marcelo Máximo Purificação, Elisângela Maura Catarino, Savio Máximo Purificação Catarino, Ágnnis Maura Catarino Purificação Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1298 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A Importância do médico veterinário na saúde única https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1374 <p>Apesar dos grandes avanços tecnológicos bem como a modernidade do mundo atual, principalmente no que tange acesso à internet, o conhecimento da sociedade sobre a relevância do médico veterinário na saúde única ainda se faz ausente. Por isso, pretende-se através deste, empenhar-se para modificar a realidade em que se vive a sociedade atual através do compartilhamento de informações sobre as atribuições bem como a importância do médico veterinário na saúde única aqui inseridos. Esta pesquisa refere-se a uma revisão bibliográfica, de caráter básica quanto à natureza, qualitativa quanto à abordagem e exploratória quanto aos objetivos. Como base de dados, foi utilizado principalmente as plataformas Google Acadêmico, Scielo e Periódicos Capes. A área de atuação do médico veterinário ultrapassa o conceito de assistência clínica a animais, ou seja, o oposto do que a população pensa. O médico veterinário atua também na defesa sanitária animal, averiguação de produtos de origem animal, pesquisa e implementação de tecnologias de produção, exploração de medidas em relação a zoonoses, atenção básica e outros. Contudo, a educação em escolas no que tange a importância do médico veterinário na saúde única é de suma importância para que crianças e adolescentes obtenham informações desde o início de suas vidas e cresçam com a ideia formada de como o médico veterinário é importante para a sociedade, podendo atuar como disseminadores de informações.</p> Debora Silvestre Martins, Isis Assis Braga, Eric Mateus Nascimento de Paula, Micael Barbosa Godinho Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1374 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A CATARATA E OS ESTÁGIOS DA VIDA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1189 <p>O desenvolvimento da catarata ocorre pela opacificação do cristalino, esse processo está inerente à senescência e mostra usualmente seus primeiros sinais a partir dos 60 anos de idade. Este trabalho busca evidenciar outros processos fisiopatológicos envolvidos no desenvolvimento da cataratas que justifiquem seu surgimento de forma precoce, desde as apresentações na infância, de forma congênita, até a sua associação com a fisiopatologia de outras doenças como o diabetes. Buscamos evidenciar a importância de uma correta análise da acuidade visual associada ao cristalino, dada sua possível sobreposição clínica com as patologias refrativas oculares. Além de buscar propostas que sejam aplicáveis e positivas no sentido de prevenir o desencadeamento do processo e opacificação, bem como reduzir sua progressão, possibilitando assim um melhor manejo para abordagem cirúrgica.</p> Yasmin Cortizo Prieto, Luma Gabriella, Ramane Rezende Machado, Wanessa Cândida Queiroz Belfort, Roberto Massami Shimokomaki, Matheus Ribeiro Leite Dutra Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1189 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DIFICULDADES ENCONTRADAS POR TUTORES COM DEFICIÊNCIA PARA ACESSO AO ATENDIMENTO MÉDICO VETERINÁRIO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1419 <p>Pessoas com deficiência (PcD) representam 15% da população mundial, e enfrentam dificuldades desafiadoras de acessibilidade em sua rotina. A Constituição dá direitos iguais a todos os cidadãos brasileiros inclusive a PcD, entretanto na prática seus direitos de ir e vir são lesados, pois encontram dificuldades de acesso e interação. O presente trabalho como objetivo apresentar os desafios ergonômicos encontrados por tutores de animais domésticos que são PcD, para acesso ao atendimento médico veterinário. Para tanto será realizado um diagnóstico da população PcD, segundo a classificação Internacional de funcionalidade, incapacidade e saúde da Organização Mundial da Saúde (CIF/ OMS), e serão avaliadas as dificuldades de acesso à serviços médico veterinários relacionadas a cada tipo de CIF, através de questionário realizado as PcD. Espera-se que os resultados obtidos nesse trabalho de pesquisa, possam contribuir de maneira significativa para PcD, que são tutores de animais, e possuam dificuldades de acesso aos serviços veterinários, atentando sobre necessidades especiais que alguns tutores possuem. Após a identificação das dificuldades encontradas pelas PcD, alternativas poderão ser propostas através de publicações, que apontarão possibilidades que garantam maior qualidade de vida e autonomia para esses indivíduos. Ressalta-se que a identificação dos problemas de acesso ainda poderá acarretar em benefícios comerciais ao Município aumentando o giro no atendimento e comercialização de produtos veterinários, permitindo aumento na cadeia de empregos e serviços, referente a consultas, procedimentos cirúrgicos, exames, serviços de banho e tosa e comercialização de fármacos veterinários</p> Ana Julia de Almeida Martins Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1419 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 RELAÇÃO COVID-19 E SOFRIMENTO MENTAL EM TRABALHADORES DA ÁREA DA SAÚDE: REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1249 <p>Em virtude das exaustivas jornadas de trabalho e acompanhamento de pacientes fragilizados, os profissionais da saúde tendem a desenvolver doenças oriundas da execução de suas funções. Além disso, em razão da pandemia de COVID-19, que trouxe consigo o aumento das urgências hospitalares e elevação na carga horária trabalhada, a exposição dos referidos profissionais de saúde aos desafios do desempenho de suas funções intensificou ainda mais o surgimento de doenças mentais, como burnout, depressão, estresse pós-traumático, ansiedade e distúrbios do sono. Desta forma, o presente trabalho tem como objetivo identificar os impactos advindos com a COVID-19 para a saúde mental dos trabalhadores da saúde.&nbsp; Através de uma revisão integrativa de literatura, 502 estudos foram inicialmente identificados e, ao final, após inserção de critérios de inclusão, 15 estudos foram escolhidos para a realização da análise. No que tange aos resultados, observou-se a contribuição da pandemia de COVID-19 para o agravamento das doenças mentais dos profissionais da saúde, além da elevação da probabilidade de acometimentos aos profissionais dedicados à atuação em linhas de frente de hospitais e centros de atendimento e que dedicam maior carga horária para o desempenho da função em diferentes países do mundo.</p> Millena Santana da Silva Marcos, Flaviane Cristina Rocha Cesar Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1249 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A IMPORTÂNCIA DO SUS COMPARADO AOS SISTEMAS DE SAÚDE ESTRANGEIROS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1186 <p>A pesquisa em tela trata &nbsp;da importância do SUS (Sistema Único de Saúde) para o Brasil e o mundo, trazendo sua origem, objetivo principal, componentes legislativos, deficiências e como o mesmo é visto e comparado com países estrangeiros, desenvolvidos ou em desenvolvimento diferenciando-os com os demais&nbsp; sistemas de saúde internacionais. &nbsp;Como objetivo específico, demonstrar&nbsp; a importância para a saúde brasileira e como pode influenciar&nbsp; outros países. Com isso, o presente&nbsp; artigo&nbsp; tem por finalidade&nbsp; discutir&nbsp; e disseminar o conhecimento &nbsp;acerca dessa instituição tão importante para&nbsp; os brasileiros, a qual&nbsp; visa a democratização da saúde. Ademais, a metodologia utilizada foi a documental, nas plataformas jurídicas nacionais, doutrinas e jurisprudências, &nbsp;artigos acadêmicos e livros.</p> Vitor Gabriel de Paula Moraes, Dielly Silva Cerqueira, Cleia Simone Ferreira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1186 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ADPF 442 - Um olhar crítico sobre Aborto e Saúde Pública https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1391 <p>O escopo do presente artigo é elucidar o tema presente na ADPF 442 (Arguição de descumprimento de preceito fundamental) descortinando de maneira simples como a opinião pessoal se amálgama e se camufla como opinião política que diz buscar e defender as necessidades da sociedade, contrariando dados que mostra que aborto no Brasil trata-se de saúde pública , não mais sobre parecer particulares e religioso de um assunto tão polêmico e<br />importante. Desde da Idade Média, esse mote apresenta um grande dubitável e no decorrer do século essa problemática continuou a perdurar , mas apesar da decisão adotada pelo nosso ordenamento jurídico fica claro através de dados coletados através a OMS e IBG que aborto no Brasil agora é questão de saúde pública , onde a omissão do Estado faz esse número crescer cada vez mais sendo necessário uma análise profunda referente não a apenas a ADPF 442, mas de toda nossa sociedade e da necessidade da mesma</p> Leticya Almeida Carvalho, Eleno Marques, Hellen Rodrigues, Thamyres Valarini, Jessica Batista Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1391 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ESCOLA DO CAMPO DE MINEIROS - GO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1412 <p>O presente artigo pretende mostrar uma breve história e os principais marcos legais que regulamentam a educação do campo no Brasil, a fim de ajudar com esclarecimentos a trajetória da educação no campo. Dessa maneira, é importante detalhar as questões que levaram a modificação de conceitos e para acrescentar a educação do campo no currículo, analisando os avanços, que ocorreu por meio de múltiplos acontecimentos e alterações políticas e sociais no Brasil por meia organização dos movimentos sociais. A partir dessa perspectiva, se viu a necessidade de discutir a história da Educação no campo na região de Mineiros-Go, partindo da problemática: Quais as leis que asseguram a educação do campo na região? Assim o objetivo principal desse trabalho é conhecer a história da Escolas do campo no Brasil e em Mineiros, sendo. Assim os objetivos específicos compreender o surgimento das escolas do campo no Brasil, buscar o surgimento das escolas dentro da região de Mineiros-Go e verificar quais leis asseguram a educação no campo com qualidade. Para isso foi feita uma pesquisa bibliográfica em livros e artigos bem como em Leis, e em documentos adquiridos da secretaria de educação da região de Mineiros-GO.</p> <p>&nbsp;</p> Wanda Lima, Andriele Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1412 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 EFICIÊNCIA DE TANQUE SÉPTICO SOB ANÁLISE MICROBIOLÓGICA DO EFLUENTE FINAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1426 <p>O mecanismo de fossa séptica foi desenvolvido para minimizar os problemas relacionados à contaminação das águas subterrâneas, das superficiais, do solo e a disseminação de agentes patogênicos em propriedades rurais. Local em que a coleta e o tratamento de esgoto são inexistentes. Neste estudo, foi analisado a eficiência da fossa séptica com filtros de brita e areia, adicionados de plantas na superfície. A avaliação da eficiência do filtro construído foi feita a partir da análise microbiológica do efluente final. De acordo com a metodologia <em>Standard Methods for the Examination of Water and Wastewater</em> (SMEWW). O experimento foi conduzido na zona rural do município de Mineiros, Goiás, em propriedade denominada de “Chácara Divino Pai Eterno” na região do Córrego Ribeirão Alegre, localizado nas coordenadas 17°37'02.0"S 52°31'10.0"W. De acordo com dados obtidos, observou-se entre a primeira análise feita 25 dias após a instalação da fossa, comparação de coliformes termotolerantes e totais existentes com a amostra retirada após os filtros. As análises microbiológicas tiveram uma redução de 73,91% na primeira coleta das amostras e na segunda análise realizada 26 dias após a primeira foi obtido o resultado de 98,98% de redução dos coliformes.</p> Glicelia Pereira Silva, Barcelos Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1426 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A EDUCAÇÃO TÉCNICA COMO FACILITADOR AO ACESSO DE JOVENS E ADULTOS AO MUNDO DO TRABALHO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1204 <p>O artigo apresentará a importância da educação profissional na qualificação de jovens e adultos para o trabalho. A estória começou ainda no Brasil colonial por iniciativa do príncipe regente. A educação profissional era voltada para os mais pobres que não tinham como se sustentar. Essa visão mudaria completamente com a ampliação do parque industrial brasileiro, a descoberta do petróleo e instalação das indústrias de base que impulsionaram a industrialização do país, mudando a dinâmica da relação entre escola e profissionalização. Foi gerada uma grande necessidade de mão de obra qualificada, houve um grande investimento e expansão de instituições técnicas por todo país. Sabe-se que entre os jovens o desemprego é mais elevado, devido menor idade, falta de qualificações e o pouco tempo de estudo. Os cursos profissionalizantes são uma oportunidade para que os jovens e adultos adquiram competências e habilidades que possam ajudar no seu futuro profissional. Foram utilizados questionários para a obtenção das opiniões dos estudantes e desenvolvida uma metodologia de análise das respostas. A pesquisa realizada em 2017 mostrou que a maioria dos estudantes ingressaram no curso com pouca experiencia profissional, ao final do curso acabaram obtendo mais oportunidades no mercado de trabalho, mostrando que a qualificação profissional em nível técnico foi capaz de influenciar a entrada dos jovens e adultos ao mundo do trabalho.</p> Antonio Santos Oliveira Filho, Cléber, Ana Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1204 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AYURVEDA NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: UMA PROPOSTA DE CUIDADO INTEGRAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1181 <p> A medicina ayurvédica é um dos sistemas de saúde mais antigos do mundo, com mais de 5 mil anos de tradição. A influência do ayurveda – termo sânscrito que significa “ciência da vida” – no ocidente remonta desde o período renascentista, quando foram traduzidos para o latim os livros do médico Avicena, dentre eles vale ressaltar o livro “Cânone da Medicina”, que serviu de base para o ensino da medicina ocidental nas universidades até o século XVII. </p> Joyce Tavares da Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1181 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 INFECÇÕES SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (ISTs): UMA REALIDADE PRESENTE NA SOCIEDADE BRASILEIRA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1182 <p>As infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) são consideradas uma epidemia e possui alta prevalência em jovens e adolescentes por ser associada ao comportamento sexual desprotegido, o que aumenta a exposição aos riscos. São considerados fatores de riscos: números de anos de vida sexual ativa, adolescência precoce, múltiplos parceiros, novos parceiros, parceiros com múltiplos parceiros, uso infrequente de métodos de barreira, consumo de drogas e/ou álcool, entre outros.</p> Fernanda Ferreira Mendonca, FERNANDA, FERNANDO, GUSTAVO, Ana Laura, FABRICIA Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1182 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 TRANSTORNO NEURODEGENERATIVO: DOENÇA DE ALZHEIMER https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1300 <p>A da Doença de Alzheimer (DA), conceitualmente é uma afecção neurodegenerativa, progressiva e irreversível, sendo a causa mais comum de demência, e suas perspectivas quantitativas é que o número de casos aumente.&nbsp; Assim, este trabalho busca destacar a evolução das formas de tratamento da DA que podem proporcionar uma redução no agravamento dos sintomas e consequentemente uma melhor qualidade de vida aos indivíduos portadores desse mal. Além disso, busca se também conhecer as fases da doença, trabalhando as hipóteses para sua ocorrência, e suas variadas formas de tratamento que foram desenvolvidas nos últimos anos, isso para evidenciar que é uma área de pesquisa que evolui gradualmente e que tem mostrado diversos resultados positivos para uma doença que por muito tempo seu avanço era considerado imparável e não havia melhora nos sintomas de forma consistente. É uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, mediante pesquisas em teses publicadas em revistas e artigos científicos com questões comprovadas cientificamente, a fim de aprofundar e trazer objetivos importantes para o desenvolvimento de questões relacionadas a DA, como fases da doença, formas de surgimento, tratamentos, e seu crescente número de aumento de casos no mundo e no Brasil. Assim, a Alzheimer sendo uma demência que traz consigo os diversos sinais e sintomas dessa, possui diversas hipóteses que são estudas para explicar o seu surgimento, como proteínas danificadas, genética, falha de energia neural, neuroinflamação, e doença vascular. Depois de exposto isso, os tratamentos da DA podem ser variados com um tipo específico para cada forma diferente de surgimento, ademais, pesquisadores do “Institute for Health Metrics and Evaluation” da Escola de Medicina da Universidade de Washington mostram que o os casos podem triplicar até o ano de 2050. Com isso, as pesquisas mostram que a DA, apesar de, até o momento, ser irreversível, existem várias formas de amenizar os sintomas e que gradualmente há pequenos avanços na tentativa de paralização desses.</p> Igor Pontes Pessole Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1300 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 TRANSTORNOS MENTAIS LIGADOS AO SUICÍDIO DE PROFISSIONAIS DA MEDICINA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1339 <p>O número de pessoas com transtornos mentais cresceu consideravelmente nas ultimas décadas. O suicídio, atualmente, já é a terceira maior causa de morte externa no Brasil, e chegou a 12,5 mil casos em 2017. Destaca-se que a medicina tem a mais alta taxa de suicídio entre todas as profissões, e possui números alarmantes de profissionais com transtornos mentais. Este trabalho busca compreender e identificar os transtornos mentais que mais acometem os médicos, promover ações de prevenção e apoio, a fim de conscientizar sobre esses problemas que atingem diretamente a vida e o trabalho dessas pessoas, e instigar aqueles que precisam, a ir em busca de apoio, bem como ajuda profissional. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório, com orientação analítico-descritiva, baseada em pesquisas de teses publicadas em artigos e revistas científicas, com questões comprovadas cientificamente, e tem por finalidade aprofundar e trazer objetivos importantes para o desenvolvimento de questões relacionadas aos transtornos mentais que mais acometem os médicos, como burnout e depressão, além das relacionadas também ao suicídio, que afeta muitas dessas pessoas. O burnout é a síndrome que mais acomete esses profissionais, seguido da depressão, sendo o burnout conhecido também como síndrome do esgotamento profissional, que afeta milhões de trabalhadores no mundo todo, e mais sistematicamente os médicos, que lidam com vidas, doenças e burocracia diariamente.&nbsp; De acordo com o Ministério da Saúde, essa síndrome não tratada pode levar a depressão profunda e em casos extremos, até mesmo suicídio. As pesquisas indicam que os principais fatores que levam esse grupo a ser mais cometidos por esses problemas são grande carga de trabalho, privação do sono, dificuldade com pacientes, ambientes insalubres, preocupações financeiras e sobrecarga de informações. Dessa forma, após identificar as causas, é preciso buscar soluções para esses problemas a fim de prevenir que mais profissionais sejam afetados por transtornos mentais, reduzindo assim as taxas de suicídio na profissão. Este trabalho conclui, portanto, que médicos sofrem mais com transtornos mentais e cometem mais suicídios pelas dificuldades da profissão. Logo, o assunto deve ser mais comentado e explorado pela comunidade científica.</p> sandy beatriz pedrosa de assis Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1339 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA: DESAFIOS, DIAGNÓSTICO E INCLUSÃO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1191 <p>O Autismo é um espectro de transtornos caracterizado por alterações no desenvolvimento cognitivo, emocional e comportamental do indivíduo. Fisiologicamente, o Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um distúrbio neurológico de base biológica que pode ser relacionado ao desenvolvimento embrionário e a uma herança genética.</p> Isabella Karlla Borges Rocha, Stela Sofia Carvalho Fernandes, Amanda Carneiro, Igor Piretti Albuquerque, João Matheus Rodrigues Coelho dos Santos, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1191 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 INCIDÊNCIA DO CÂNCER DE PELE NO BRASIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1284 <p><span style="font-weight: 400;">Atesta-se que o câncer de pele é o tipo de câncer com maior número de casos no Brasil, sendo uma afecção mais comum em pessoas de pele clara e com idade acima de 40 anos. Ademais, o contato excessivo com os raios ultravioletas presentes no sol favorece o surgimento da doença, sendo que em pessoas com lesões prévias a patologia é mais comum. O câncer de pele é dividido em dois tipos: O melanoma, mais agressivo e com maiores chances de metástase, e o não melanoma, mais frequente e com maiores chances de sucesso no tratamento. O presente resumo tem como objetivo destacar a importância de se conhecer a incidência do câncer de pele no Brasil, bem como as suas variações, prevenção e tratamento da doença. Assim, utiliza-se como método de coleta de informações pesquisas bibliográficas, pesquisas científicas, artigos e base de dados de pesquisas como o Instituto Nacional de Câncer (INCA). O câncer de pele acaba sendo muito frequente no Brasil por ser um país localizado em região de clima tropical. Os raios solares ao alcançarem as regiões mais superficiais da pele durante longos intervalos de tempo em exposição, podem desencadear o surgimento da neoplasia. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, 30% de todos os tumores do Brasil são de câncer de pele não melanoma, sendo que em 2016 foram detectados 175.760 novos casos de câncer de pele dessa variação (INCA,2016). Vale ressaltar que em 2010, foram gastos no Brasil, aproximadamente 37 milhões no tratamento da doença, sendo então, entre os tipos de câncer, o que recebe a maior parte da verba destinada ao tratamento de câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Portanto, as pesquisas mostram que o câncer de pele pode ser tratado, havendo alta taxa de recuperação quando descoberto no estágio inicial. Atualmente já se sabe que os protetores solares apresentam alta eficácia na prevenção da doença, agindo como uma barreira para os raios solares. Vale ressaltar também que cuidados básicos como: usar camisa de manga longa, calça, chapéu e óculos quando exposto ao sol dificultam queimaduras na pele que possam evoluir para o câncer de pele.&nbsp;&nbsp;</span></p> João Matheus Rodrigues Coelho dos santos Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1284 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 MARCADORES ENZIMÁTICOS EM MODELO DE NEFROTOXICIDADE EM USO DE TPPU https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1334 <p><strong>A injuria renal aguda (IRA) é um problema de saúde pública mundial e está associada com altas taxas de morbidade e mortalidade, afetando um número crescente de pacientes hospitalizados. Embora o seu mecanismo seja multifatorial, uma das vias é a atividade inflamatória, o que torna alvos terapêuticos, fármacos, com baixa interação farmacologia e alto potencial anti-inflamatório, como o TPPU elegível para avaliações. Entretanto a interação entre a droga indutora de IRA e o TPPU quanto aos marcadores enzimáticos ainda não haviam sido avaliados. Uma vez que a toxicidade da intervenção pode afetar sistemas e deixar de ser prioridade. Desta forma, o presente estudo objetivou monitorar marcadores enzimáticos em um modelo de IRA droga induzida em uso de TPPU. Todos os procedimentos que antecederam a coleta do sangue foram previamente aprovados pela CEUA/UFTM (336/2015). Sangue de camundongos fêmeas foram obtidos após a indução de IRA e tratamento com TPPU. As amostras foram estocadas (-80°C) e posteriormente analisadas. Foram avaliadas a creatinafosfoquinase as transaminases (ALT e AST) e a fosfatase alcalina. As avaliações foram realizadas por espectrofotometria em automação (Cobas 400). Os dados foram plotados e analisados pelo programa SPSS. Foram considerados resultados diferentes estatisticamente significativos quando valor de p foi &lt;0,05. Foi possível observar que os níveis de creatinafostoquinase foram menores no grupo IRA com intervenção em relação ao grupo IRA sem a intervenção, o mesmo foi observado para as concentrações de AST e fosfatase alcalina. Já para ALT o grupo IRA com intervenção apresentou em média valores maiores em relação ao grupo IRA sem intervenção. Nenhuma das alterações medias observadas para os grupos IRA com TPPU foram significativas em relação aos demais grupos, mas apresentou menores diferenças com o grupo controle (negativa para IRA) (p &gt;0,05). A intervenção com um inibidor de sEH é bem tolerada pelas enzimas hepáticas e musculares em conjunto com altas doses de um indutor de lesão renal. A ausência de desregulação com a intervenção de TPPU foi um fator importante para garantir perspectivas ao uso da substancia em novas avaliações como intervenção da IRA.</strong></p> Matheus Teixeira Silva, Melissa Carvalho Martins de Abreu, Camila Botelho Miguel, Javier Emilio Lazo-Chica, Wellington Francisco Rodrigues Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1334 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 OS BENEFÍCIOS DA PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICA PARA A QUALIDADE DE VIDA DO SER HUMANO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1240 <p>A promoção da saúde é uma das estratégias de saúde previstas na Lei Orgânica do SUS nº 8080 aprovada no ano de 1990, a qual discorre sobre a promoção, proteção e recuperação da saúde e os serviços correspondentes. Segundo estudos recentes da Universidade de São Paulo (USP), a prática de atividades físicas é um dos principais instrumentos para a concretização da promoção da saúde. Saúde e qualidade de vida são direitos dos cidadãos e o conhecimento disso é fundamental para que eles sejam garantidos. Algumas maneiras de garantir o respeito desses direitos são por meio de fiscalização popular das políticas públicas implementadas nessa área e por meio de cobrança, caso essas políticas sejam inexistentes. Com base em análise de artigos científicos publicados sobre o assunto, como os da Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, foi observado que os benefícios ao praticante de atividade física abrangem aspectos de distintos âmbitos como a melhora da taxa de gordura corporal, uma questão física, e a melhora da autoestima, uma questão mental, por exemplo. Somado a isso, foi constatado que os cidadãos, comumente, desconhecem seus direitos e, nesses casos, não têm consciência de quando se trata de violação. Ademais, quanto às políticas públicas adotadas pelo governo, embora já tenha havido grandes avanços, principalmente na virada do século XX para o século XXI, essas políticas, muitas vezes, ainda seguem o modelo biomédico, no qual o foco está numa perspectiva curativa. Desse modo, políticas de promoção de saúde, nas quais se encaixam as práticas de atividade física, são deixadas em segundo plano. A partir desta análise, busca-se conhecer e compreender neste estudo quais são os principais benefícios da prática de atividade física para a qualidade de vida dos indivíduos, e, da mesma forma, conhecer e compreender o conhecimento dos direitos em saúde por parte dos pacientes e a maneira como tanto esses benefícios como esses direitos são abordados pelas esferas do governo.</p> Amanda Carneiro, Antônio Gildo Jorge Carneiro, Igor Piretti Albuquerque, Isabella Karlla Borges Rocha, Stela Sofia Carvalho Fernandes, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1240 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 IMPACTOS FÍSICOS, PSICOLÓGICOS E NA QUALIDADE DE VIDA CAUSADOS PELA DEPRESSÃO E ANSIEDADE https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1197 <p>Depressão e a ansiedade são transtornos psicológicos considerados atualmente como o “Mal do século XXI”, que possuem características como tristeza profunda, insegurança, medo constante, isolamento social, fadiga, entre outros sintomas que podem ser desenvolvidos em indivíduos de qualquer idade.</p> Maria Júlia Cardoso Marques, Luara Couto Barboza , Luma Rolla Santana, Mikaelly Costa Cordeiro, Rafaela Aparecida de Oliveira Alves, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1197 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ASSÉDIO MORAL ENVOLVENDO MULHERES GRÁVIDAS NO AMBIENTE DE TRABALHO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1198 <p>Ainda hoje é comum deparar, ou, até mesmo, presenciar algum tipo de assédio sofrido pela empregada, seja psicológico, moral ou mesmo por meio de constrangimento, logo, no momento em que se encontra a empregada mais fragilizada, por estar no estado gestacional tendo sua honra e dignidade desrespeitadas. </p> Rodrigo Martins Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1198 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 USO DEREDES SOCIAIS PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19 https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1215 <p>A promoção da saúde consiste no conjunto de ações que permitem aos indivíduos de determinada sociedade um estado ótimo de saúde. Assim, no contexto da pandemia de COVID-19, o uso de redes sociais se tornou um eficiente mecanismo para disseminação de informações, corroborando para a promoção da saúde. Neste sentido, o objetivo deste estudo é relatar as ações realizadas pelo projeto de extensão Grupo de Estudos sobre Prevenção de Infecções na Comunidade (GEPINF), com vínculo ao Centro Universitário de Mineiros - Campus Trindade, durante o segundo semestre de 2021. Através da análise de "insights" da rede social "Instagram", observou-se o alcance de 690 contas na referida rede social, por meio de cinco postagens do tipo "publicações no feed". Por fim, com base nas análises realizadas, foram observadas contribuições das redes sociais para a disseminação de informações de saúde e, através destas, a ampliação da qualidade de vida da população.&nbsp;</p> Millena Santana da Silva Marcos, Maria Eduarda Arantes da Cunha, Láisa Renata Souza Asceno, Ana Gabriela Xavier , Mariana Carla Mendes, Flaviane Cristina Rocha Cesar Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1215 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 USO DE PLANTAS MEDICINAIS PARA TRATAMENTO DE DOENÇAS COMO A HIPERTENSÃO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1203 <p>A hipertensão arterial ou pressão alta é uma doença crônica definida pelos altos níveis da pressão sanguínea nas artérias. Essa doença é considerada um dos principais fatores de risco para a ocorrência de várias outras doenças, além de ser uma das principais causas de morte no Brasil, representando cerca de 300 mil mortes a cada ano. </p> Joyce Rodrigues, Rafaella Karolliny Ferreira de Andrade Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1203 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A Influência da Música no Corpo Humano https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1278 <p>A música é uma forma de arte expressa por meio de sons, seguindo regras que variam de acordo com a civilização e época em que são feitas. Fisicamente falando, ela é composta por som, que é uma onda mecânica que necessita de meio material para ser propagado, e tem como qualidades a altura (frequência), intensidade e timbre. Assim, sua criação acontece através de uma sequência que intercala som e silêncio. As ondas sonoras entram em contato com os ouvidos humanos, alcançando o tímpano, e se transformam em impulsos nervosos que são “decodificados” no cérebro. A partir dessa interação entre música e corpo humano, surgiu a presente pesquisa, que possui a hipótese de que a música, dependendo de sua frequência e ritmo, pode influenciar as pessoas e seu desenvolvimento, tanto fisiologicamente como emocionalmente. O estudo tem como objetivo determinar como se dá essa influência e quais a suas consequências. Para isso, é necessário primeiro passar pela análise do conceito de onda mecânica e como ocorre sua propagação até sua transformação em impulsos elétricos no sistema auditivo, e depois analisar como o sistema nervoso é impactado. O processo de investigação para atingir o objetivo foi feito através de uma extensa revisão bibliográfica que envolve artigos acadêmicos e livros com temas pertinentes ao estudo. Após a análise do material selecionado, foi possível concluir que a música tem sim a capacidade de transformar estados emocionais e físicos das pessoas. Ela pode controlar impulsos e emoções, consegue minimizar sintomas de algumas doenças, e pode inclusive influenciar na frequência respiratória e ritmo cardíaco. A música pode ser amplamente utilizada nas áreas medicinais; a propagação das frequências sonoras pelo tecido cerebral acaba promovendo uma corrente de sinais neurais que interagem com as frequências naturais do corpo, e dependendo do seu nível de intensidade, pode, por exemplo, ocasionar diferentes níveis no consumo de energia muscular de recém-nascidos. Existe uma área do conhecimento humano que se chama ‘musicoterapia’, que estuda as respostas do corpo humano diante de estímulos sonoros, tratando distúrbios da mente e corpo, e é mais um fator que demonstra que a utilização da música é um modo eficaz para promover o equilíbrio entre mente e corpo.</p> Nathalia Silva Aguiar, Igor Piretti Albuquerque, Stela Sofia Carvalho Fernandes, Suzana Guimarães Celedônio, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1278 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AVALIAÇÃO DOS EFEITOS RENAIS DA MORINDA CITRIFOLIA L NA INSUFICIÊNCIA RENAL AGUDA EXPERIMENTAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1195 <p>A Insuficiência Renal Aguda (IRA), hoje mais conhecida pelo termo Injúria, é primariamente definida como uma síndrome resultante da perda súbita da função renal que reflete na diminuição da taxa de filtração glomerular (menor que 60ml/min), fato que ocasiona um acúmulo sérico de ureia e creatinina, e em vários casos cursar com redução da diurese total. A <em>Morinda citrifolia L</em>, popularmente conhecida como fruto do NONI, é uma planta de uso medicinal devido a propriedades que englobam atividades anti-inflamatórias e imunomodulatórias. Assim, os objetivos foram avaliar os efeitos da <em>Morinda citrofolia L</em> no parênquima renal em um modelo experimental de IRA. Este estudo foi aprovado pela Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA) da Universidade Federal do Triângulo Mineiro sob protocolo 292. Assim, utilizou-se 30 camundongos da linhagem Balb/c fêmeas, divididos em dois grupos: sem indução de IRA (controle) e com indução de IRA (50 mg/kg/dia de ácido fólico por via intraperitoneal). Os segundo grupo foi ainda dividido em grupo controle (solução fisiológica 0,9%) e 4 grupos tratados com extrato do fruto do NONI nas concentrações de 1, 3 e 5g/kg/dia, via oral (gavagem). Em seguida, feita a indução da IRA e o tratamento dos respectivos grupos com NONI ou solução fisiológica 0,9% por 7 dias. No 8º dia, os animais foram submetidos à eutanásia para coleta dos órgãos renais para avaliação morfológica (túbulos renais, glomérulos e porcentagem do lúmen tubular). A integralidade do parênquima renal direciona em diferentes graus a sua capacidade funcional. No tecido renal integro se observa uma distribuição celular formando os glomérulos e os túbulos de forma homogênea e pouco dispersas. Por outro lado, no que tange o modelo avaliado, se observam lesões nas bordas em escova, com dilatação tubular e aumento dos espaços entre os glomérulos e túbulos. Para os grupos com IRA e tratados com NONI, não foram observadas modificações benéficas em relação ao grupo Veículo quanto ao número de glomérulo e túbulos. Foram observados aumento do lúmen tubular entre os grupos com IRA em relação ao grupo Controle (p&lt;0,05). A fisiopatologia da IRA está associada com eventos pró-inflamatórios, intermediando pelo desequilíbrio de espécies reativas de oxigênio. Apesar do uso do NONI documentado como atividade anti-inflamatória, não se observou melhora do quadro. Além disso, a utilização do NONI não foi capaz de reparar os processos agudos observados no modelo. Desta forma, acredita-se que o trabalho corrobora com a necessidade de novos estudos para verificar a participação da <em>Morinda citrifolia L</em> como agente antioxidante no modelo avaliado.</p> Maria Clara Ribeiro Figueiredo, Melissa Carvalho Martins de Abreu , Javier Emilio Lazo Chica , Carlo José Freire de Oliveira , Wellington Francisco Rodrigues , Camila Botelho Miguel Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1195 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 OS EFEITOS DO USO DA TECNOLOGIA DURANTE O DESENVOLVIMENTO INFANTIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1205 <p>No final do século XX, se popularizou a análise de ondas comportamentais, a qual aponta que a população pode ser dividida em grupos de acordo com o ano de nascimento, visto que há uma tendência de que o contexto histórico vivenciado pela pessoa induz a um padrão comportamental. Segundo os estudos, as gerações são divididas em 4 grupos e a mais recente é a Geração Z (1997-2010). De acordo com a pesquisa de Toledo, Albuquerque e Magalhães (2012), as pessoas dessa última geração são os nativos da internet. Nessa perspectiva, convém ressaltar que o contato com as ferramentas tecnológicas tem sido introduzido cada vez mais na infância, fase que, de acordo com Henri Wallon, corresponde a formação de personalidade. Logo, o contato virtual nesse tempo aponta para uma possível influência na sociedade futura. Este trabalho justifica-se pela curiosidade de compreender a relação entre a criança e as ferramentas tecnológicas. A partir de uma revisão bibliográfica na base de dados Scientific Electronic Library Online (SciELO) e Google, este trabalho busca analisar os pontos - físicos, sociais, psicológicos e mentais - de influência do uso da tecnologia durante o desenvolvimento infantil. Ao buscar compreender o impacto na saúde física, notou-se que as crianças que passam mais tempo com dispositivos eletrônicos ficam mais vulneráveis a obesidade, diabetes e hipertensão. Segundo um estudo da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica, o excesso de tempo em dispositivos eletrônicos, tem levado as crianças a ficarem mais sedentárias. Em relação aos impactos sociais, as ferramentas tecnológicas podem isolar o público infantil no mundo virtual, o afastando das brincadeiras tradicionais (pega-pega, amarelinha, pique esconde, entre outras) e das interações físicas com outras pessoas e meio ambiente. Esse isolamento virtual também influencia a saúde mental, uma vez que quanto menos convívio social maior a dificuldade de se relacionar com a diversidade de pessoas no mundo real. Isso pode gerar casos de fobia social, ansiedade, depressão, entre outras doenças psicológicas. No entanto, o uso adequado da tecnologia pode oferecer benefícios durante o desenvolvimento da criança, como o despertar da leitura, ao conhecimento de mundo por meio de pesquisas, desenvolvimento de habilidades matemáticas através de jogos educativos. Diante dos fatos supracitados, é válido ressaltar que o uso de tecnologias em excesso pode ser prejudicial às crianças, mas, de forma moderada, pode beneficiá-las no quesito do processo de aprendizagem. Dessa forma, é de extrema importância que os profissionais de saúde e educação esclareçam a população sobre esse assunto, uma vez que o contato virtual nesse tempo da infância pode influenciar o padrão comportamental da sociedade futura.</p> <p>&nbsp;</p> Rafaella Karolliny Ferreira de Andrade, Joyce Rodrigues Silva Araújo, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1205 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 LEVANTAMENTO DA IXODOFAUNA DO PARQUE NACIONAL DAS EMAS. https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1429 <p><strong>O Parque Nacional das Emas (PNE), localizado no sudoeste do estado de Goiás, nos limites entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul é uma das maiores e mais importantes unidades de conservação do bioma Cerrado, com 132.000 hectares, abrigando uma importante e ameaçada diversidade faunística. Dentro desta diversidade, mais de 298 espécies de mamíferos, e diversas espécies de invertebrados, incluindo carrapatos, bem como de agentes infecciosos podem ser encontrados. O estado de Goiás, considerado indene para a Febre Maculosa (FM) até 2012, tem assinalado casos da doença em diferentes regiões sendo, até o momento, o principal estado da região Centro-Oeste para este agravo. O desconhecimento sobre os ciclos enzoóticos e epidêmicos, bem como diferenças clínicas observadas, fazem dessa região área de interesse epidemiológico. A Febre Maculosa é uma doença infecciosa caracterizada por febre, leves e típicas até graves, a qual, quando não tratada adequadamente, pode apresentar taxa de letalidade de 85%. Estudos associam o avanço da FM ao aumento de áreas degradadas, as quais aproximam a população humana com áreas florestais de bordas fragmentadas, possibilitando o contato humano com diversos ectoparasitas e, consequentemente, com riquétsias. Mediante ao exposto, a pesquisa pela circulação de riquétsias do grupo da FM através da análise de carrapatos do PNE faz-se necessário para compreender a ecoepidemiologia na região. As atividades foram executadas com aprovação do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio) estando cadastrado no Sistema de Autorização e Informação em Biodiversidade (SISBIO) sob nº de autorização 70143-1. As coletas de carrapatos do meio ambiente foram realizadas em dois períodos distintos: em fevereiro e outubro de 2020, por meio de arraste de flanela durante uma hora e quarenta em locais de circulação de animais e em trilhas usadas pelos turistas (trilha do homem seco). Os carrapatos coletados foram depositados em microtubos eppendorfs de 1,5mL, contendo álcool isopropílico. As ninfas e carrapatos adultos foram identificados, com auxilio de uma lupa estereoscópica. Devido à ausência de chaves de identificação taxonômica de larvas a nível de espécies, estas foram identificadas somente a nível de gênero. Dos mais de 1.100 carrapatos coletados, sendo que 727 eram adultos (326 fêmeas, 375 machos e 26 adultos sem identificação), 497 ninfas e 1 larva. Um total de 644 dos adultos e 396 das ninfas foram identificados como <em>Amblyomma sculptum</em>, 1 <em>Amblyomma dubitatum</em> e 1 larva de <em>Amblyomma </em>spp. Os demais 126 carrapatos de outras espécies serão avaliados por um parceiro da equipe, especialista em identificação de carrapatos. Espécies de carrapatos do gênero <em>Amblyomma</em> são frequentemente encontradas em diversos animais silvestres, dentre eles, a capivara, sendo considerada sentinela para riquetsioses, pois produzem anticorpos contra a bactérias do gênero <em>Rickettsia</em> spp. e podem ser usados para indicar a presença desses patógenos na região que vivem. Além disso, as capivaras também são consideradas amplificadores dessas bactérias por conviverem no ambiente em que o patógeno está presente, atraírem seus vetores e serem suscetíveis à infecção. Portanto com elevado número de vetores é notório a necessidade da continuidade de estudos e investigações epidemiológicas contínuas na região. </strong></p> Isabella Candida Vargas, Nicolas Jalowitzki, Raquel Loren dos Paludo Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1429 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A FILOSOFIA HUMANITISTA DE QUINCAS BORBA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1273 <p>A literatura se relaciona com inúmeros áreas de conhecimentos, nota-se que com a filosofia a interação é mais profunda, evidencia nas obras machadianas, principalmente em <em>Memórias Póstumas de Brás Cubas </em>que é possível ver a relação com as questões filosóficas destacas por Leibniz no <em>Discurso de Metafísica</em> e <em>Cândido</em>, de Voltaire. O presente trabalho faz parte da discussão do projeto de pesquisa intitulado LITERATURA E FILOSOFIA: princípios filosóficos em <em>Memórias Póstumas de Brás Cubas</em>, <em>Discurso de Metafísica </em>de Leibniz e <em>Cândido</em> de Voltaire. Cujo viés é investigar o contexto da intertextualidade entre as obras utilizadas. Baseado no estudo das obras é possível notar que o Machado de Assis possuía conhecimento prévio das outras obras referencias analisadas, pois no decorrer da obra é notório a teoria humanitista é o grande apoio das ações de cada personagem ao considerar o homem como o próprio humanitas, ou seja, independente de quaisquer fatores extrínsecos o objetivo é sempre satisfazer a própria vontade. Além disso, a obra machadiana apresenta a posição de Leibniz com relação ao pensamento convicto de que o mundo em que ele vivia era considerado o melhor dos mundos possíveis, por meio da voz de seus personagens. Outra situação em que é possível detectar esse princípio do humanitas é com a morte de Quincas, onde a dor e sofrimento eram consideradas ilusão devido ao pensamento contínuo de que a situação independente do contexto deveria ser compreendida e aceita como a melhor de todas. &nbsp;A análise reflexiva da obra machadiana permite concluir que ele detinha de conhecimentos profundos das obras <em>Discurso de Metafísica </em>de Leibniz e <em>Cândido</em> de Voltaire devido ao elo criado por ele entre a sua obra e os pensamentos filosóficos dos outros autores. Portanto, é possível detectar que a teoria humanistas é a grande influenciadora dos padrões de conduta dos personagens, visto que esse possuem o mesmo significado e percepção de vida ao serem otimistas sobre&nbsp; a própria vivencia.</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Filosofia. Literatura. Umanitismo. Metafísica. Mundo.</p> Eleno Marques de Araújo, Senhorita, Senhor, Senhor, Senhorita Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1273 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 VULNERABILIDADE SOCIAL E ECONÔMICA NA PREVALÊNCIA DE TUBERCULOSE EM NEGROS E PARDOS EM GOIÁS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1216 <p>As concepções geradas pelo SUS permitem garantir aos usuários o direito a saúde, de acordo com as suas necessidades particulares e especificidades e a busca pela redução do desequilibro presente na sociedade, com o objetivo de proporcionar uma harmonia dentro dos atendimentos prestados aos indivíduos, através de ações realizadas pelo Poder Público. </p> Isadora de Paula Souza, Fernanda Ferreira Mendonça, Fernando Gabriel Santos Lima, Gabriella Serravalle Fonseca , Millena Santana da Silva Marcos , Paula Maria Trabuco Sousa Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1216 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE Spodoptera cosmioides E Euschistus heros NA CULTURA DA SOJA EM MINEIROS-GO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1288 <p>DISTRIBUIÇÃO ESPACIAL DE Spodoptera cosmioides E Euschistus heros NA CULTURA DA SOJA EM MINEIROS-GO</p> <p>&nbsp;</p> Ludmila Santos Moreira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1288 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 TRATAMENTO DA ESQUIZOFRENIA REFRATÁRIA COM CLOZAPINA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1235 <p>A esquizofrenia é considerada um tipo de psicose crônica com domínio de sintomas positivos, negativos e cognitivos, apresentando característica de ilusões, alucinações, transtornos de fala e pensamento. Das pessoas diagnosticadas, 20 a 30%, apresentam uma esquizofrenia resistente, ou seja, sem resposta ao controle de sintomas com pelo menos dois tipos antipsicóticos diferentes. Na maioria dos casos o uso de clozapina consegue controlar os sintomas. No entanto, 30 a 40%, destes casos não respondem a este antipsicótico. </p> Tânia Pacheco dos Santos, Isadora da Silva Gomes , Carlos Antônio Carvalhaes filho , Lucas Zaltron Nascimento , Laressa Brunna Couto, Armante Campos Guimarães Neto Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1235 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 EMPREGABILIDADE NO SETOR DA CINSTRUÇÃO CIVIL DURANTE A PANDEMIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1307 <p>A Construção Civil é um dos principais setores que contribui para a sustentação da economia do País. Dentro deste contexto, este trabalho tem como objetivo analisar o desenvolvimento em relação ao aumento de trabalho de carteira assinada no setor da construção civil e mostrar os comparativos de desenvolvimento do setor em relação ao 1º (primeiro) semestre de 2020 (janeiro – junho) com o 1º (primeiro) semestre de 2021 (janeiro – junho). Conforme os Indicadores do Mercado Imobiliário, divulgado pelo CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção) em parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Nacional), essa pesquisa foi realizada em 162 cidades, dividido em 118 cidades da Região Metropolitanas, e o restante dessa amostra está dividido em capitais e demais cidades. A Construção Civil, no 1º semestre de 2021 finalizou com 2.452.147 milhões de trabalhadores com carteira assinada, onde este valor representou uma alta de 15,15% do mesmo período referente ao ano anterior de 2.129.450 milhões. Assim podemos perceber que o setor em alguns meses, já está superando os seus números de trabalhadores de carteira assinada do período pré-pandemia (janeiro/2020). O processo de evolução da Construção Civil não para por aí não, por sua vez, houve surgimento de novas vagas na Construção Civil no Brasil do período de janeiro/2021 a junho/2021. No mês de junho em todo o país a Construção Civil gerou um saldo positivo de 22.460 novas vagas de emprego com carteira assinada, onde o resultado é a diferença de 161.310 admissões e de 138.850 de desligamentos. Com esses dados nota-se que o país chegou ao sexto mês consecutivo de números positivos de trabalho do setor, o que demostra o dinamismo de suas atividades. Entretanto, vale ressaltar que o ritmo que foi observado no primeiro bimestre do ano é de 44 mil em janeiro e fevereiro, com isso nos meses seguintes esse valor reduziu em quase 50%, onde 22.638 nos próximos quatro meses. Essa queda foi resultado da falta/alta nos preços dos insumos impedindo um avanço mais consistente no setor. Entretanto, não impediu que o setor fechasse o 1º semestre do ano com um saldo positivo de 178.606 novas vagas de emprego com carteira assinada, que corresponde a um crescimento de 7,86% no número de trabalhadores de carteira assinada em 2021. Portanto, com esses resultados nota-se que a área da construção civil não parou por conta da pandemia, uma vez que, continuou a desenvolver e proporcionar várias vagas de trabalho em diferentes áreas do mesmo setor da construção civil, ficando mais evidente que o setor pode estar num ritmo ainda mais forte.</p> Kester Jonathan D.S. Nunes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1307 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 EXTENSÃO: DIREITO E JURISPRUDÊNCIA DOS TRIBUNAIS SUPERIORES https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1248 <p>Estudar as jurisprudências tem sido cada vez necessário ao operador do Direito. Se antes era apenas importante para a atuação profissional, hoje é imprescindível. Conhecer as jurisprudências dos tribunais superiores também é importante ao cidadão e à comunidade em geral para compreensão de como os tribunais vem entendendo sobre os casos práticos, e nesse contexto pode estar o tema relacionado a sua causa. Assim, a Unifimes por meio do seu edital de demandas financiadas para 2021, em 2020, contemplou o projeto de extensão intitulado: Direito e jurisprudência dos tribunais superiores, ao curso de Direito do campus Trindade-GO. Uma nova edição de um projeto que iniciou em 2019 e desde então oportuniza difusão o conhecimento com a comunidade interna e externa relacionado à jurisprudência dos tribunais superiores, Supremo Tribunal Federal (STF) e Superior Tribunal de Justiça (STJ). Dentre os objetivos do projeto está difundir, estudar e analisar os julgados dos tribunais superiores por meio do estudo dos informativos. Os encontros para estudos dos casos no projeto ocorrem por meio da plataforma Google Meet. O ingresso de novos membros é permitido de forma contínua, pois a certificação é proporcional a participação. Ao final de cada encontro a professora, ou eventualmente o convidado, elabora perguntas que podem ser respondidas e enviadas no e-mail do projeto para correção. Isso com o objetivo de sedimentar os conhecimentos e exercitar a prática dos conhecimentos explorados. Dentre os resultados esperados com o projeto . A base de referências do projeto é essencialmente o site do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF) e também o Buscador Dizer o Direito. O projeto como está sendo executado mediado por tecnologias tem contribuído para o desenvolvimento de vários profissionais e inclusive comunidade geral de vários municípios do estado. Sabe-se da presença de pessoas de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade e Mineiros pelo menos. Houve também uma experiência diferente este ano, que foi a realização de dois encontros pelo Youtube, em razão de necessidade de ajustes dos encontros pré-definidos. E o que em um primeiro momento foi medo, ao final se mostrou muito satisfatório, alcançando muito mais visualizações e participações que o encontro síncrono, ou seja, serviu também para difundir ainda mais o projeto e promover mais alcance das ideias e também da instituição com suas ações apoiadas e desenvolvidas. A edição do projeto de 2021 ainda está em execução, esses dados são preliminares, mas desde já bastante satisfatórios. Ele se mostra importante para difusão do conhecimento e também da própria instituição, sobretudo na região metropolitana em que é pouco conhecida.</p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Raciocínio jurídico. STF. STJ. Decisões judiciais. Casos concretos.</p> Luá Cristine Siqueira Reis Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1248 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Fisiopatogenia da pseudociese em cadelas https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1405 <p>A pseudociese, conhecida popularmente como gravidez psicológica, é uma condição fisiológica que toda cadela não gestante apresenta, devido às características fisiológicas do diestro (fase lútea do ciclo estral) nessa espécie. No entanto, quando o período ideal do diestro (± 2 meses) é prolongado e, acompanhado de sintomas como comportamentos maternos e sinais físicos de prenhez (hiperplasia da glândula mamária e lactação), a mesma é designada pseudociese clínica ou manifestada. Neste sentido, o presente trabalho objetiva descrever a fisiopatogenia da pseudociese em cadelas. Para a pesquisa a base de dados do Google Acadêmico foi consultada, e somente artigos científicos dos últimos 6 anos referentes à temática escolhida foram utilizados. Os descritores utilizados para busca foram: pseudociese, cadelas, patologias.</p> Laira Campos Souza, Geovana Oliveira Campos, Priscila Chediek Dall’Acqua, Giovana Barros Nunes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1405 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 EFEITO DA MELATONINA NO DESENVOLVOMENTO DE EMBRIÕES BOVINOS PRODUZIDOS IN VITRO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1243 <p>O uso de antioxidantes na produção <em>in vitro</em> de embriões bovinos, a exemplo da melatonina, está relacionado com o aumento na taxa de blastocistos. Ainda, a melatonina parece ser um substituto às gonadotrofinas devido ao seu efeito promotor da maturação oocitária. </p> Izabella Ferreira Queiroz, Cíntia Rodrigues da Silva, Beatriz Caetano da Silva Leão Gouveia, Giovana Barros Nunes, Gisele Zoccal Mingoti, Priscila Chediek Dall’Acqua Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1243 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS NO BRASIL – COLEÇÃO ANIMAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1348 <p><strong>UNIVERSIDADE DE MINEIROS – UNIFIMES</strong></p> <p><strong>CURSO DE AGRONOMIA</strong></p> <p><strong>GENÉTICA – PROFª MARILAINE</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>AMARILDO BORGES – ANTÔNIO CRUVINEL – ANTÔNIO HENRIQUE – ANTÔNIO MIGUEL – AUGUSTO CRUVINEL</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>RESUMO SIMPLES – TEMA: CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS NO BRASIL – COLEÇÃO ANIMAL</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p><strong>Situação atual do banco de DNA de recursos genéticos animais no Brasil</strong></p> <p>Egito, A. A.; Alburquerque, M. S. M.; Castrol, S. T. R.; Paiva, S. R.; Marques, J. R. F.; McManus, C.; Mariantel, A. S.; Abreu, U. P. G. A.; Santos, S. A.; Sereno, J. R.; Fioravanti, M. C. S.; Vaz, C. M.; Nobre, F. V.; Oliveira, J. V.; Carvalho, J. H.; Costa, M. R.; Ribeiro, M. N.; Lara, M. A.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Resumo:</strong> A criopreservação de sêmen, ovócito, embriões, células somáticas e DNA é um tipo de conservação <em>ex situ</em> de espécies. E apesar de não ser possível recuperar um indivíduo a partir apenas do DNA, as amostras conservadas são úteis para estudos de população, investigação genética e até transgênese. Em 1998 foi implantado o Laboratório de Genética Animal (LGA) da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (CENARGEN), com objetivo principal de caracterizar as raças naturalizadas envolvidas no programa de conservação e recursos genéticos animais. A equipe do LGA tem como objetivo formar um Banco de DNA com amostras de espécies de animais domésticos que se encontram em perigo de extinção para futuros trabalho de caracterização genética. Para isso, a coleta de sangue foi realizada conforme procedimento padrão para separação dos componentes sanguíneos. O DNA foi extraído de pellets de linfócitos criopreservados ou de <em>buffy coats</em>, e teve sua qualidade e integridade conferida. Cada amostra de DNA foi dividida, sendo uma parte utilizada nos trabalhos de caracterização e a outra armazenada a -80 °C no Banco de DNA. Todas as amostras armazenadas receberam um código e estão cadastradas no Banco de Dados com todas as informações viáveis do indivíduo. Ao final deste trabalho, existiam 5769 amostras armazenadas neste Banco de DNA, sendo estas de onze raças ovinas (1360 amostras), doze raças eqüinas (692 amostras), quatro raças caprinas (700 amostras), cinco bubalinas (418 amostras), três asininas (166 amostras) e dezesseis bovinas (2433 amostras); ou seja, o número de amostras introduzidas no Banco triplicou no período de 2001 à 2004. A formação do Banco de DNA foi gradativa, e esse esforço tem resultado na publicação de diversos trabalhos de pesquisas na área de recursos genéticos. Além disso, as amostras de DNA têm demonstrado sua utilidade na caracterização dos animais domésticos como ferramenta para conservação das raças e espécies em extinção. A conservação <em>ex situ</em> de DNA vem demonstrando sua utilidade na caracterização de populações de animais domésticos vinculados ao programa de conservação do Brasil. Este poderá ser o método de escolha quando muitas amostras de uma raça precisarem ser armazenadas.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Conservação <em>ex situ</em>. Emprapa. Caracterização Genética. Genética da Conservação. Animais Domésticos.</p> Amarildo Borges da Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1348 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 PRINCIPAIS ASPESCTOS E ATUALIDADES SOBRE A ENCEFALOPATIA ESPONGIFORME BOVINA NO BRASIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1383 <p>A Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB) é uma doença infecciosa causada por um agente patogênico conhecido como príon, uma proteína modificada. Essa enfermidade se caracteriza por ser neurodegenerativa, afetando a estrutura do sistema nervoso central. Popularmente é conhecida como "doença da vaca louca" e sua etiopatogenia envolve uma abundância de proteínas anormais, originadas por alterações nas proteínas normais do hospedeiro afetando o tecido nervoso. Este trabalho tem como objetivo revisar a importância da EEB, abordando suas principais características de transmissão, sinais clínicos característicos e a importância da prevenção, bem como atualidades sobre essa doença no Brasil. Para obtenção de tais informações foi desenvolvida uma revisão de literatura, utilizando como base Google Acadêmico, Periódicos Capes e SCielo. A EEB pode acometer várias espécies animais, especialmente os bovinos, quando fornecida dieta composta por produtos de origem animal. São mais acometidos animais adultos. Os rebanhos leiteiros são mais afetados que os rebanhos de corte. Ainda há relatos e registros que essa enfermidade pode acometer também os seres humanos, podendo levar ao óbito. A via oral é apontada como principal porta de entrada do agente no organismo animal. A principal via de transmissão é por meio da ingestão de alimentos contaminados pelo príon. Após o estabelecimento do quadro clínico, são observados os seguintes sinais clínicos: desordens comportamentais, dificuldade de locomoção, reação excessiva a estímulos externos, coordenação motora irregular dos membros posteriores, causadas por alterações do estado mental. Para evitar essa enfermidade, recomenda-se o não fornecimento de carcaças animais ou subprodutos animais para a confecção de rações ou outros alimentos destinados ao consumo de bovinos. Essa é uma recomendação que deve ser bastante divulgada entre os produtores rurais. Haja vista que há tratamento para essa doença, além das implicâncias legais e econômicas com ela relacionada. O aparecimento da EEB em um país livre da doença pode acontecer devido a importação dos produtos e subprodutos de origem animal contaminados, para essa situação entende-se como caso típico da enfermidade. Contudo, podemos ter o surgimento da doença também, isolada e esporádica, de maneira natural, quando um animal involuntariamente sofre alteração em uma de suas proteínas. Para esse segundo caso, damos o nome de caso atípico. Embora a doença já esteja erradicada no Brasil, recentemente (em setembro de 2021) foram registrados dois casos atípicos em nosso país. Foram suspendidas por tempo indeterminado as exportações de carne bovina para a China. Tal situação provocou preocupações em alguns consumidores e gerou incertezas sobre o preço do produto. Contudo, por se tratarem de casos atípicos, esses não foram considerados graves e logo já foram contidos e eliminados. Portanto, conclui-se que para não ocorrer a disseminação do EBB é importante evitar a alimentação do gado com proteína de origem animal, diminuindo consequentemente o risco de transmissão para humanos e evitar os impactos econômicos devido as restrições comerciais que decorrem da confirmação de novos casos.</p> Gabriela Regina Silveira Do Nascimento, Mayra Parreira Oliveira, Samara Moreira Felizarda, Eric Mateus Nascimento de Paula Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1383 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 PARÂMETROS HISTOLÓGICOS CARDÍACO EM CAMUNDONGOS DEFICIENTES DE INTERFERON-γ SUBMETIDOS A INFECÇÃO POR Trypanosoma cruzi https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1251 <p>Uma importante via do sistema imune relevante para a resposta contra a infecção pelo <em>Trypanosoma cruzi</em> (<em>T. cruzi)</em> é a resposta celular mediada por fagócitos e perfil T-helper 1, a qual tem liberação de Interferon-γ. Estudos mostram variação de respostas e mudanças no comportamento parasitário afetando o funcionamento orgânico através da concentração do inoculo de <em>T. cruzi</em>. </p> Camila Lima Guimarães, Carolina Braga Borges Braga Borges , Carlo José Freire Oliveira , Javier Emilio Lazo Chic, Wellington Francisco Rodrigues, Camila Botelho Miguel Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1251 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AMAMENTAÇÃO DIANTE DO COVID-19 E SUAS PRINCIPAIS ORIENTAÇÕES https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1270 <p style="text-align: justify; line-height: 150%;"><span style="color: black;">A amamentação diante do cenário da pandemia do Coronavírus compete assunto controverso no que tange os aspectos culturais entre os países, sendo que, cada nação tem tomado uma decisão em relação a temática. A Organização Mundial da Saúde (OMS) incentiva a amamentação com cuidado para minimizar o máximo possível o contágio entre mãe e bebê através das vias respiratórias, com o uso de máscaras durante o aleitamento, além da higiene da mama fazendo limpeza adequada de toda superfície (ARAÚJO, 2000). </span></p> Gabrielle Lorrane de Oliveira Vieira, Daniela Messac , Giulia Martini, Kathelyn Cristine Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1270 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A Importância dos Cuidados Paliativos na Prática Médica https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1274 <p>Os cuidados atendem o indivíduo com mais atenção e propõe uma mudança de expectativa para um momento em sua vida, proporcionando benefícios para as partes envolvidas, seja pela relação compreensiva do paciente diante do tema morte, seja pelo desenvolvimento de uma prática médica mais humanista e voltada para entender o paciente como um indivíduo dotado de direitos e escolhas que possam lhe garantir dignidade na vida e durante o processo de morte</p> Suzana Guimarães Celidonio, Igor Piretti Albuquerque, Nathália Silva Aguiar, Stefeny Beatriz Bonfim Duarte , Stela Sofia Carvalho Fernandes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1274 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AVALIAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA SUBMETIDAS A DIFERENTES DOSES DE CLORETO DE POTÁSSIO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1281 <p>A soja (Glycine max) é uma das culturas mais importantes culturas na economia mundial. Para se ter boas produtividades dessa cultura nas condições de cultivo do Brasil é necessário que seja adicionados fertilizantes no momento de cultivo dessa cultura no campo. Para isso, muitas vezes o produtor carece de informações sobre a exigência nutricional de cultivares novas e as dosagens de fertilizantes adequadas a serem utilizadas em uma determinada região. </p> Helbster Muller Santos de Oliveira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1281 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DOENÇA DE PARKINSON E O DÉFICIT DE MEMÓRIA: UMA REVISÃO DE LITERATURA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1183 <p>A Doença de Parkinson (DP) é definida como uma doença neurodegenerativa progressiva que pode se manifestar com sintomas motores, mais comuns, e alterações cognitivas, as quais são encontrados em fases mais avançadas da doença. Nos achados comportamentais, mostram-se mais comuns: os transtornos neurocognitivos, a psicose, a ansiedade e a depressão e o déficit de memória. A memória pode ser dividida em dois tipos: implícita e explícita. A primeira, também chamada não declarativa, ou procedural é definida como a realização de procedimentos motores em que o paciente consegue executar de forma automática e instantânea, como andar de bicicleta ou patins. A memória explícita, ou declarativa trata-se de um componente essencial para a formação da memória episódica, em que ocorre o processamento de informações, acontecimentos, imagens e palavras tornando-as uma lembrança consciente. &nbsp;Este trabalho tem como objetivo entender como a Doença de Parkinson evolui com o déficit de memória. Este estudo consistiu numa revisão de literatura. Os dados foram extraídos das bases de dados digitais: PubMed (National Library of Medicine) e Google Scholar. Os descritores utilizados na pesquisa foram somente no idioma inglês e os artigos selecionados foram entre os anos de 2018 a 2021. O cérebro humano do doente parkinsoniano possui atividade elétrica com potência excessiva de 12 a 30 Hz dentro da faixa beta, o que resulta em bradicinesia e rigidez na doença de Parkinson. A formação efetiva de memória episódica, em adultos saudáveis, depende da diminuição da potência beta que, durante a fase de codificação, as palavras que serão subsequentemente lembradas são previstas. A interferência na formação da memória episódica em indivíduos com a doença de Parkinson envolve a não redução da potência beta nestas pessoas. A senescência é capaz de produzir uma atrofia da massa encefálica de forma fisiológica, afetando a região do hipocampo e gerando como consequências déficits da memória episódica, repercutindo no esquecimento de datas, locais e palavras. Na DP ocorre uma neurodegeneração patológica, intensificando, ainda mais, a atrofia encefálica e em consequência comprometendo a memória episódica. Ela pode ser encontrada nas fases iniciais ou tardias da DP, sendo essa última prevalente em 40% dos doentes. Foi evidenciado que apesar de a maior parte dos pacientes com DP ser do sexo masculino, a maioria propensa a ter mais déficits cognitivos envolvendo a memória episódica são do sexo feminino. Logo, a DP é uma doença neurodegenerativa que pode evoluir em complicar-se com o déficit de memória, sendo que as duas principais explicações se referem à atividade elétrica com potência excessiva e a própria senescência com atrofia da massa encefálica.&nbsp;</p> VICTOR PEREIRA GRACIANO GRACIANO, NATHALIA SANTOS VAZ, IDARI FRANCISCO DE OLIVEIRA NETTO, HEBERÇON FREITAS DOS REIS, ELIANE CONSUELO ALVES RABELO Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1183 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Hiperuricemia e síndrome metabólica https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1294 <p>A hiperuricemia corresponde à elevação sérica do ácido úrico (AU) e está associada a inúmeras patologias, principalmente as doenças cardiovasculares. Quando elevado de forma crônica, parece ter um papel pró-inflamatório, o qual estimula a liberação de inúmeros fatores inflamatórios, e um papel pró-oxidante, que inibe a produção de óxido nítrico. Estes efeitos terão como consequência a disfunção endotelial e dano vascular que explicam, em parte, a associação da hiperuricemia com a síndrome metabólica.</p> Maressa Senna Sousa, Mayra Fernandes Martins, Amanda Carvalho Nunes, Albert Myuller Ferreira Coimbra, Beatriz Gomes Neves, Vanessa Resende Souza Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1294 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CARACTERIZAÇÃO DOS GRUPOS DE ESTUDOS E LIGAS ACADÊMICAS DE SAÚDE ÚNICA NO BRASIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1410 <p>Saúde Única é um conceito utilizado mundialmente, o qual defende a segurança da saúde global, com um panorama que reconhece o trabalho multidisciplinar e colaborativo entre profissionais da saúde, aprimorando a integração entre saúde humana, animal e ambiental. Assim, trata-se de uma estratégia racional com intuito de assegurar necessidades atuais e futuras da humanidade. A finalidade do presente trabalho foi verificar como tem sido a inserção da Saúde Única em cursos de graduação, com ênfase nos grupos de estudos ou ligas acadêmicas. Para tanto, foi desenvolvido um questionário eletrônico disponibilizado para todas as Instituições de Ensino Superior que possuíssem cursos da área da saúde. O questionário abordava perguntas objetivas sobre a existência de grupos/ligas acadêmicas de Saúde Única, bem como informações sobre a instituição, localidade, ano de fundação, cursos envolvidos, atividades desenvolvidas e público alvo. Foram obtidas um total de 31 respostas, o que sugere o número de ligas acadêmicas e grupos de estudo de Saúde Única no Brasil. Diante dos dados, nota-se que existem grupos ou ligas em 11 estados brasileiros. Em relação a distribuição por regiões, percebe-se que os grupos ou ligas estão localizadas da seguinte maneira: 38,7% na Região Sudeste, 22,5% no Norte, 22,5% no Sul, 12,9% no Centro-Oeste e 3,2% no Nordeste. Ademais, os anos de fundação datam entre 2013 e 2020. Sendo que 34,48 iniciaram suas atividades nos últimos dois anos. Mostrando-se recente esse tipo de movimentação estudantil sobre a Saúde Única. Os cursos envolvidos foram Medicina, Medicina Veterinária, Zootecnia, Engenharia de Pesca, Biologia, Enfermagem, Agronomia, Ciências Biológicas e Farmácia. Tal fato, proporciona perceber que a Saúde Única tem sido discutida além dos cursos da área da saúde. Em relação ao curso de medicina veterinária, ele está presente em 100% dos programas acadêmicos relatados, seguido do curso de medicina presente em 12,9% das respostas. Os demais cursos em somam juntos apenas 3,2%.&nbsp; Em relação às atividades, 100% das ligas ou grupos de estudo desenvolvem ações de ensino, 80,64% ações de extensão e 70,96% produzem pesquisa. 27 dos Grupos ou Ligas possuem meio de comunicação virtual para divulgação ou execução das suas ações. Sobre o envolvimento da comunidade acadêmica, todas as ligas e grupos de estudos possuem discentes de graduação e docentes. 51,61% ainda possuem a participação de alunos de pós-graduação. De acordo com o levantamento de dados aqui desenvolvido, conclui-se que o quantitativo de ligas e grupos de estudo de Saúde Única no Brasil ainda está muito aquém do esperado, quando se compara com o número de cursos de graduação de medicina e medicina veterinária. Contudo, estão distribuídos em diferentes regiões do país. Percebe-se uma discrepância no envolvimento de acadêmicos de medicina, sugerindo que a temática não seja devidamente trabalhada ao longo dessa graduação. Os grupos e ligas tem um perfil voltado para o ensino e extensão. Percebe-se uma ponte entre a graduação e pós-graduação, com base no envolvimento acadêmico. Sendo assim, espera-se que movimentos estudantis sobre Saúde Única se intensifiquem no Brasil, afim de que haja uma formação profissional mais completa e multidisciplinar.</p> Bruna de Almeida Martins, Maria Júlia Gomes Andrade, Mayra Parreira Oliveira, Matheus Gomes de Rezende, Samara Moreira Felizarda, Eric Mateus Nascimento de Paula Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1410 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CIGARRO UMA MAZELA PRESENTE NO COTIDIANO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1289 <p><strong>Caracterizado pela dependência de nicotina, o tabagismo provoca a aspiração da fumaça oriunda do processo de combustão do tabaco, contido nos cigarros, ocasionando doenças crônicas que se iniciam ainda no período da adolescência. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é uma das principais causas da morbidade, mortalidade e situações de pobreza no mundo. Dados revelam que em 2015, haviam no mundo, cerca de 1 bilhão de fumantes, onde um em quatro homens e uma, em vinte mulheres, eram dependentes do tabaco. Causas de morte, como cânceres de mamas, pulmão, traqueia, estômago, faringe, estão atreladas ao uso habitual do tabaco, além de que, o continuo uso de nicotina impulsiona a piora no diagnóstico de doenças, limitando as possibilidades de tratamento e provocando um aumento nos números de hospitalizações. &nbsp;Dessa forma, o presente trabalho tem como objetivo enfatizar as mazelas provocadas pelo uso excessivo do tabaco, através de um estudo revisado, baseado em artigos aderidos por meio da plataforma Google Acadêmico, onde ocorreu a busca por palavras determinadas: cigarro consequências. Foram analisados artigos entre 2020 a 2021, em que se obteve a soma de 20 artigos nas duas primeiras páginas da busca, sendo selecionados três artigos para referenciar o estudo proposto. Dentre as análises dos artigos selecionados, obteve-se resultados que demonstram que a nicotina está relacionada com a perda óssea alveolar, perda de inserção periodontal, formação de bolsas periodontais, e como consequência perda de elementos dentários, além disso, um estudou comprovou que o uso do cigarro de palha em detrimento do cigarro industrial intensificou no número de hospitalizações, sendo esse considerado uma forma mais intensa e nociva ao desenvolvimento dos quadros de câncer em determinadas regiões do país e que a absorção dérmica da nicotina por agricultores que trabalham com o cultivo do tabaco provoca uma segunda intoxicação devido à exposição aguda denominada doença da folha verde do tabaco, caracterizada por náuseas, vômitos, tonturas, dor de cabeça, astenia e cefaleia. Vale ressaltar, que foi possível constatar, que o uso do tabaco interfere no tratamento de várias doenças e que os indivíduos em tratamento do tabagismo devem receber aconselhamento terapêutico estruturado com uma abordagem intensiva, buscando a adesão do mesmo aos tratamentos. Conclui-se a partir disso, que o consumo do tabaco de forma constante pode ocasionar inúmeros dilemas de saúde pública na sociedade, resultando no aumento de pacientes hospitalizados e consequentemente no crescimento de mortes em virtude da utilização de nicotina. Ademais, os tratamentos terapêuticos devem ser abordados de forma a entender o paciente e orienta-lo sobre os riscos do consumo excessivo de cigarro e das possíveis consequências da não adesão ao tratamento. Faz-se necessário novos estudos atualizados sobre o tema.</strong></p> Fernando Gabriel Santos Lima, Fernanda Ferreira Mendonça, Gustavo Ângelo Ferreira Clementino , Ana Laura Rangel Gonzaga , Fernanda Ramos Barbosa de Oliveira, Fabricia Ramos Rezende Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1289 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 COMUNICAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO SOCIOAFETIVO NA INFÂNCIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1427 <p>A infância é uma das melhores fases da vida, senão a melhor. É nela que é oportunizado o brincar, o estudar, o realizar, o descobrir, o aprender, o imaginar, e o aventurar sem ter medo de errar. Faz parte da infância e do próprio desenvolvimento da criança a aquisição e o incremento da linguagem ou de linguagens, e a família tem papel significativo e de grande importância neste processo. Produzir um entendimento mais claro sobre como ocorre a comunicação pela criança e o envolto familiar, é buscar compreender qual o papel dos pais neste contexto.</p> Laura Ketle Souza Silva, Janilson da Conceição Silva, Letícia Silva Oliveira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1427 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS NO BRASIL: SISTEMA DE CURADORIAS DE ESPÉCIES ANIMAIS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1328 <p>Os recursos genéticos são unidades funcionais de hereditariedade a serem exploradas para fins de produção de alimentos e conservação biológica de espécies de valor cientifico, econômico, social ou ambiental. A conservação desses recursos se faz necessária para a preservação de material genético animal. Fator de grande influência e importância é o alto desempenho da pecuária brasileira responsável em promover a conservação de raças que, consequentemente após serem caracterizadas geneticamente, desempenham um papel importante na segurança alimentar. O estudo teve como objetivo realizar um levantamento preciso sobre o sistema de curadoria de germoplasma de espécies animais descrevendo principalmente o quantitativo de recursos genéticos preservados no Brasil. Para isso, foi utilizado o método de pesquisa descritiva e a base de dados consultada foi do Portal Alelo, sistema de gestão de dados e informações de pesquisa com recursos genéticos, disponibilizado pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O estudo identificou que o sistema de curadorias de germoplasma da Embrapa tem por objetivo definir, sistematizar e integrar todas as atividades indispensáveis ao manejo, conservação e uso de germoplasma, através da gestão coordenada dos bancos ativos de germoplasma animal que se encontram em outras Unidades da empresa. O Sistema foi formalizado em 1993 pela necessidade estratégica de ação em rede com as instituições do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA) e em 1999, este sistema foi ampliado e aperfeiçoado. Neste sistema, encontram-se informações detalhadas sobre raças tanto de interesse zootécnico como animais nativos, que foram distribuídos em 29 núcleos de conservação, presentes em 10 diferentes Unidades. São cerca de 10.757 animais incluindo bovinos, caprinos, suínos, ovinos, equinos, bubalinos, asininos, peixes, catitus, muçuãs, além de mais 10 colônias de <em>Melipona fasciculata</em> e oito de <em>Melipona subnitida</em>. Segundo Egito et al. uma alternativa de prevenção de recursos genéticos é necessária visto que animais nativos ou exóticos podem ser substituídos ou modificados por interesses comerciais. Nota-se que apesar do grande esforço realizado pela Embrapa ao abordar a questão de conservação dos recursos genéticos de espécies animais, o Brasil ainda possui um longo caminho a ser percorrido pela grande variedade de espécies existentes já conhecidas e as incontáveis desconhecidas.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> Curadoria. Conservação. Germoplasma. Embrapa.</p> Jefferson Primo Pereira Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1328 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CONSERVAÇÃO EX SITU DE ESPÉCIES VEGETAIS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1356 <p>CONSERVAÇÃO EX SITU DE ESPÉCIES VEGETAIS</p> <p>Gabriela Rodrigues Moraes1<br>Felipe Bolsoni Pereira <br>Fernando José da Silva Bueno1<br>Gabriel Carrijo Nunes1<br>Geovana Leão Martins Vitor1<br>Marilaine de Sá Fernandes</p> <p>Recurso genético vegetal é o material genético das plantas e a sua conservação é de suma importância para a agricultura, aumentando as opções de plantio, resultando em uma maior quantidade de plantas e de grãos. A curadoria é um sistema que com os manejos específicos conserva o germoplasma; ela é de extrema importância, pois mantém variedades genéticas que estão em estudo e que futuramente serão adaptadas para certo melhoramento. Também é realizado o intercâmbio com a importação, exportação e o trânsito interno de material de propagação das espécies vegetais para pesquisa agrícola de forma segura que leva as variedades a outros países para serem analisadas e testadas, e assim desenvolver novas cultivares. O estudo teve por objetivo realizar uma breve análise sobre a conservação ex situ de espécies vegetais. Para isso, foi utilizado o método de pesquisa descritiva. A análise mostrou que a melhor forma de conservação é utilizando as sementes. E tanto para a conservação ex situ a longo prazo (a -20° C) ou a médio prazo em câmaras frias (5-10° C), somente é possível para espécies vegetais que têm sementes com comportamento ortodoxo. Assim as que possuem sementes com comportamento recalcitrante ou intermediário, a criopreservação (conservação em nitrogênio líquido a -196° C) pode ser uma alternativa para a conservação ex situ, em longo prazo. Outra alternativa de longo prazo é a preservação em in situ usada para espécies que não podem ser conservadas em forma de semente; no entanto esse método requer muitas horas de trabalho devido a constante repicagem do material; sendo inoportuna para um número muito grande de acessos ou de espécies. Dessa forma, aspectos como a própria geração e utilização de novas cultivares com qualidades melhoradas, bem como a adoção de tecnologias modernas e avançadas, acabam contribuindo para a erosão genética que atinge as especiais em geral. Apesar de o fenômeno da erosão genética ser irreversível, as ações devem ser tomadas para evitar ou minimizar as suas causas. Uma das formas utilizadas para evitá-la é preservar à variabilidade genética.<br>Palavras-chave: Conservação genética. Germoplasma. Criopreservação. Melhoramento. Erosão genética.</p> Gabriela Rodrigues Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1356 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Covid-19: atualização da pandemia https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1354 <p>O resumo produzido tem o intuito de formalizar por meio deste, quais são as atividades desenvolvidas no nosso projeto e qual a finalidade dessa distribuição informacional.&nbsp;</p> lucas ferreira oliveira ferreira oliveira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1354 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AVALIAÇÃO DE EPÍTOPOS VACINAIS PARA GIARDIA LAMBLIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1296 <p style="text-align: justify;">A giardíase é uma parasitose intestinal, decorrente da infecção por <em>Giardia lamblia</em> (<em>G. intestinalis ou G. duodenalis</em>). Ela afeta, principalmente, crianças e idosos, sendo uma doença considerada negligenciada pela Organização Mundial de Saúde, desde 2004. </p> Laís Corrêa Marques, Melissa Carvalho Martins de Abreu, Camila Botelho Miguel, Wellington Francisco Rodrigues Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1296 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 MENINGITE NO ESTADO DE GOIÁS: ANÁLISE EPIDEMIOLÓGICA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1297 <p>A meningite se caracteriza por um processo inflamatório das meninges que envolvem as duas membranas cerebrais (pia-máter e aracnoide) e o líquido cefalorraquidiano, podendo ser causado por agentes infecciosos e não infecciosos, geralmente associada a vírus, bactérias, fungos e parasitas. </p> Hoctávio Pereira de Sá, Lara, João Victor, Ana Caroline Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1297 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A IMPORTÂNCIA DO DIAGNÓSTICO PRECOCE DO CÂNCER DE MAMA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1261 <p>O texto propõe uma reflexão acerca do aumento de câncer de mama tanto em países desenvolvidos como também naqueles que estão em processo de desenvolvimento, como é o caso do Brasil. Esse trabalho tem como objetivo principal discorrer como o rastreamento precoce, ou seja, as prevenções primárias ajudam na redução da incidência e mortalidade dessa doença. Para obtenção de tais informações foram utilizados artigos encontrados em bases de dados do Google Acadêmico, usando descritores como câncer de mama e rastreamento.&nbsp; Durante as décadas de 60 e 70, com as mudanças no cenário do mercado de trabalho, em que mulheres começaram a sair de casa em busca do seu próprio sustento, foi possível notar um aumento significativo em diagnósticos de câncer de mama, estando entre as causas o protelamento do primeiro parto, mudanças nutricionais e nos hábitos reprodutivos. Sob esse viés, para Silva (2021) o rastreamento do câncer de mama é uma das principais formas de prevenção, o qual os exames são realizados em mulheres com o objetivo de oferecer um melhor prognóstico para a doença. Nessa mesma perspectiva, em uma pesquisa feita pela <em>American Cancer Society, </em>em 2006, nos Estados Unidos, revelou que apesar do aumento dos casos de câncer de mama na população, houve um decréscimo de 2,3% da mortalidade por causa da doença. A instituição que realizou a pesquisa justificou que a diminuição dessa mortalidade citada anteriormente durante esse período foi devido aos diagnósticos precoces do câncer de mama, em que mulheres com condições socioeconômicas mais favoráveis tinham acesso ao sistema de saúde. Assim, é possível dizer que o câncer de mama é um problema de saúde pública, uma vez que mulheres que tem um maior acesso aos serviços de saúde conseguem se prevenir melhor do que aquelas que não tem. Nesse sentido, quando se fala dos métodos de diagnósticos, torna-se evidente que o exame de mamografia é o mais eficaz para mulheres, principalmente, as que possuem idades em intervalos 40-69 anos, já que pesquisas mostram que quando o exame é feito rotineiramente há uma queda significativa na mortalidade pela neoplasia. Ligado a isso, há também os exames de imagens, como a ressonância nuclear magnética e a ultrassonografia, as quais mostraram baixa expressividade no rastreamento do câncer de mama, sendo comum o resultado falso-positivo. Sendo assim, se faz importante o uso desses exames de imagens com o intuito de complementar o rastreamento feito através da mamografia. Por fim, a partir do que foi exposto foi demonstrado que o câncer de mama possui um bom prognóstico, caso seja diagnosticado e tratado nos estágios iniciais da doença. Nesse interim concluímos que ações de extensão e pesquisa, campanhas informativas de atenção à saúde da mulher, são formas eficazes para diminuir a mortalidade causada pelo câncer de mama.</p> Amanda Karoline Almeida Alves, João Victor Rezende do Carmo, Andresa de Cássia Martini Mendes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1261 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A A importância do código de ética na formação profissional https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1293 <p>Resumo simples sobre a importância do código de ética médica na formação dos pronfissionais</p> Vinícius Costa, Maria Eduarda Arantes Cunha, Maria Eduarda Arantes Cunha, Bruna Martins De Souza Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1293 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Relato de Experiência https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1315 <p>A imunologia, de acordo com Abbas e Litchman, é uma área da ciência que estuda o sistema de defesa do organismo frente a condições que podem afetá-lo, sejam substâncias infecciosas ou não. Agentes químicos, físicos ou biológicos, macromoléculas, polissacarídeos e proteínas formam um amplo mecanismo de interação, que provoca, no organismo, uma reação, resultando na resposta imune, que é constituída por imunidade inata e adquirida.</p> Maressa Senna Sousa, Beatriz Gomes Neves, Albert Myuller Ferreira Coimbra, Amanda Carvalho Nunes, Mayra Fernandes Martins, Vanessa Resende Souza Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1315 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ANÁLISE DA PRESENÇA DE COMORBIDADES DE PACIENTES INFECTADOS COM COVID-19 E RESIDENTES DE MINEIROS-GO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1318 <p>Desde o surgimento do novo coronavírus, a manifestação dos sintomas causados pela Covid-19 e sua gravidade variaram bastante entre os infectados. Sendo assim, alguns fatores podem ser considerados agravantes e proporcionar um pior prognóstico da doença, principalmente entre os pacientes que possuem alguma comorbidade. </p> Isadora Gomes, LARESSA BRUNNA COUTO, LUCAS ZALTRON NASCIMENTO, TÂNIA PACHECO DOS SANTOS, CARLOS ANTÔNIO CARVALHAES FILHO, VANESSA RESENDE SOUZA SILVA Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1318 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Transferência Intrafolicular de Ovócitos Imaturos (TIFOI) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1303 <p>O Brasil é considerado um dos maiores produtores de embriões do mundo, e, portanto, é<br>referência no assunto. Para aprimorar e incrementar ainda mais o mercado de embriões e,<br>consequentemente, o desenvolvimento da bovinocultura de corte e de leite, a Transferência<br>Intrafolicular de Ovócitos Imaturos (TIFOI) é uma biotécnica que veio com a possibilidade de<br>se produzir embriões em maior escala quando comparada a transferência convencional e<br>equiparada à produção in vitro, porém sem a necessidade de um laboratório.</p> Agezimar Martins Fernandes junior Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1303 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 SAÚDE DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1331 <p>A abordagem a respeito dos cuidados necessários à saúde da criança e do adolescente é de suma importância para que a taxa de mortalidade infantil decaia cada vez mais. Nesse aspecto, esse artigo tem por objetivo entender as causas persistentes do problema de saúde infantil, o que fazer para reduzir esse impasse e entender como funciona os auxílios dos programas para saúde da criança e do adolescente ofertados pelo governo.</p> samylla de oliveira fernandes sousa, samylla, Alice Ramos Rodrigues , Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1331 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Um Relato sobre a criação de um Instagram em saúde https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1424 <p>Com o surgimento da internet, atualmente a transmissão de informações ocorre de maneira instantânea, obtendo-se a expansão do conhecimento. Dessa forma, é importante aproximar a população de conteúdos relevantes, com auxílio de meios informacionais digitais.&nbsp; Assim, o projeto utiliza desses meios (Instagram) para levar informações importantes sobre a saúde humana até o ser humano, para promoção, prevenção e promoção da saúde.</p> Isadora Luara Almeida, Maria Eduarda Nunes de Moura, Gabrielle Lorraini Pereira Longhi , Ana Clara Ribeiro, Guilherme Prado Barbosa , Samantha Ferreira da Costa Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1424 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Violência Obstétrica: um ponto fraco da saúde brasileira https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1368 <p><span class="s11"><span class="bumpedFont15">A violência obstétrica é</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">uma</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> infeliz realidade</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">na</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">relação entre os profissionais da saúde e as</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">gestantes</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">.</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">Pode ocorrer</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> durante o pré-natal, no parto e no pós-parto, presente em situações de recusa de atendimento, desrespeito </span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">à</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> paciente, intervenções e procedimentos médicos desnecessários</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">e sem consentimento. Por se tratar de um assunto relevante</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">e com o fito de consolidar conhecimento, foi realizada</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">uma releitura na</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">base</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">de dados da</span></span> <span class="s11"><span class="bumpedFont15">Universidade Federal de Minas Gerais,</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">buscando os descritores: violência e negligência médica</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">, com o objetivo de descrever os principais tipos de violências obstétricas.</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> Assim, conferiu-se que, a violência</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">obstétrica divide</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">-se</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> em: violência por negligência que se caracteriza em negar atendimento ou impor dificuldades para que a gestante receba os serviços que são seus direitos; violência física resultado de práticas e intervenções desnecessárias e violentas, sem consentimento; violência verbal através de comentários constrangedores, ofensivos ou humilhantes e violência psicológica definido como toda ação verbal ou comportamental que cause na mulher sentimentos de inferioridade, vulnerabilidade, abandono, medo, instabilidade emocional e insegurança.</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">Desse modelo, as pesquisas demonstram que as vertentes de violência são abrangentes e perfazem o caminho das gestantes, dificultando um acompanhamento fidedigno da gestação e infringindo</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">um</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">princípio</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">básico: promover a saúde. Segundo dados, 1 em cada 4 mulheres brasileiras sofrem com esse tipo de agressão,</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">sendo as negras mais afetadas do que as brancas, ato esse</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">praticado</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">pelos profissionais</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">envolvidos nos cuidados gerais com a gestante, sejam médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, responsáveis pela limpeza. Portanto, a fim de penalizar essa ação, o artigo 12 do Código de Ética afirma como crime três pontos: &nbsp;a negligencia, praticar ação sem o devido cuidado; a imprudência, praticar ação sem a devida atenção e a imperícia, praticar ação sem especialidade no que faz. E no que tange a violência obstétrica, é crime faltar com cuidado, respeito ou dedicação</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">ou usar da agressão para </span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">se relacionar com o outro.</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">Sendo esse</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">o</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15"> ponto fraco da saúde</span></span> <span class="s11"><span class="bumpedFont15">retratado,</span></span> <span class="s11"><span class="bumpedFont15">ainda, na sociedade brasileira, faz-se urgente a necessidade</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">de mudanças que procurem saída para o atendimento humanizado</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">e a consolidação da promoção da saúde,</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">&nbsp;</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">de fato para com as mulheres, sejam negras ou brancas, em seu momento frágil de gravidez, no pré-natal e no pós-parto, melhorando a realidade e d</span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">esfazendo </span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">o cenário de </span></span><span class="s11"><span class="bumpedFont15">violência entre a relação médico e gestante.</span></span></p> Ana Laura Rangel Gonzaga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1368 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 UMA REVISÃO DE LITERATURA SOBRE A REMISSÃO COMPLETA DE NEUROBLASTOMA 4S https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1335 <p>O neuroblastoma (NB) é definido com um tumor maligno, sólido, extracraniano, sendo associado aos gânglios, plexos simpáticos e medula adrenal. É o terceiro tumor mais comum na infância. O NB pode instalar-se em qualquer local, mas possui preferência para região abdominal, cadeia de gânglios simpáticos e região medular da suprarrenal.</p> Henrique Alvarenga Aratake, Fernanda Ferreira Mendoça, Sandy Beatriz Pedrosa de Assis, Victor Pereira Graciano Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1335 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 RELAÇÃO ENTRE A PRÁTICA DE ATIVIDADES FÍSICAS E A SAÚDE https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1201 <p>O trabalho tem como objetivo tratar a relação entre a prática de atividades físicas e a saúde.</p> Rafaela Alves, Luma, Luara, Mikaelly, Maria Júlia, Juliana Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1201 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Projeto de extensão Castrar Faz Bem e os seus gargalos no contexto pandêmico https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1342 <p>O aumento no número de animais domésticos, assim como a forma de tratamento que os pets recebem, mostram que os cuidados e o carinho dados a eles é crescente, sendo muitas vezes tratados como membros da família. </p> Monique Resende Carvalho, Maria Júlia Gomes Andrade, Lara Giovana Diniz, Eric Mateus Nascumento de Paula, Priscila Chediek Dall”Acqua, Andresa de Cássia Martini Mendes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1342 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AS TERAPIAS HOLÍSTICAS NO TRATAMENTO DE DOENÇAS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1286 <p>Este trabalho tem como objetivo abordar as terapias holísticas no tratamento de doenças.</p> Isabela Fernandes Alves, Pabline Delamano Franco, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1286 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CICLO DE PALESTRA SOBRE FEBRE MACULOSA BRASILEIRA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1345 <p>A febre maculosa brasileira (FMB) é considerada uma zoonose, de caráter endêmico, causada pela <em>Rickettsia rickettsii</em>, de notificação compulsória, relevante para saúde pública devido à sua letalidade, principalmente em locais de mata fechada. </p> Jessica Thaynna Resende Figueiredo, Isabella Candida Vargas, Juan Domingos Muchon, Raquel Loren Reis Paludo, Nicolas Jalowitzki de Lima Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1345 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 EDUCAÇÂO EM SAÙDE COMO INSTRUMENTO PARA A PROMOÇÃO DE SAÙDE E A PREVENÇÃO DE ENFERMIDADES https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1202 <p>O trabalho tem por objetivo tratar sobre a importância da educação em saúde como intrumento para a promoção da saúde e a prevenção de enfermidades</p> Luma Rolla, Rafaela Alves, Luara Couto, Mikaelly Costa, Maria Júlia Marques, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1202 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DOENÇA DE NEWCASTLE: IMPACTOS SANITÁRIOS NA AVICULTURA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1352 <p><strong> </strong>A atividade avícola, no Brasil, está entre os setores de produção animal que mais se desenvolveu nas últimas décadas; tornando o país o segundo maior produtor de frangos e o maior exportador global. Isso acontece porque as granjas brasileiras estão sempre buscando excelência tecnológica em genética, manejo e ambiência para que as aves possam alcançar maiores índices zootécnicos e de produção. </p> Rafael Nunes Carvalho Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1352 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DIFICULDADES NA AUTO APLICAÇÃO DE INSULINA NO TRATAMENTO DE DIABETES MELLITUS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1361 <p>O Diabetes Mellitus (DM) apresenta-se como uma das principais doenças crônicas atualmente, sendo considerada um importante alvo de acompanhamento dentro da saúde pública. Visto isso, um dos principais objetivos é o controle metabólico do paciente, assim a insulinoterapia se encaixa como uma ótima opção terapêutica frente a deficiência total ou parcial de insulina endógena. Contudo, para que este controle glicêmico seja efetivo, é necessário que o paciente esteja ciente de todos os processos para a aplicação adequada do medicamento. </p> Lucas Zaltron, Laressa Brunna, Tânia Pacheco, Isadora Gomes, Carlos Antônio Carvalhaes , Vanessa Resende Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1361 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DESAFIOS NA INCLUSÃO DE CRIANÇAS SURDAS NA REDE REGULAR DE ENSINO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1321 <p>Ao longo dos anos, a comunidade surda brasileira luta por seus direitos a inclusão social e por uma educação de qualidade, porém, essas demandas são compostas de muitos desafios, portanto a presente pesquisa tem como objetivo central abordar as principais dificuldades de inclusão da criança surda na rede regular de ensino, por meio de uma pesquisa qualitativa, voltada para uma revisão bibliográfica com fulcro em artigos científicos e obras que abordem a temática de inclusão da criança surda em salas regulares, além de pesquisa em documentos oficiais, onde destaca-se a Lei Brasileira de Inclusão- LBI (nº13.146/15), buscando-se fundamentar os direitos educacionais da criança surda, tal legislação &nbsp;garante que escola e sociedade devem promover condições de igualdade, direitos e liberdades fundamentais, para a pessoa com deficiência, tendo em vista à sua inclusão social e cidadania. Diante dos artigos encontrados, nas plataformas Scielo, Google acadêmico, dentre outras, as principais discussões estão em torno da falta de formação dos professores em Língua Brasileira de Sinais – Libras; falta de materiais adequados; escassez da oferta de cursos de Libras; déficit de intérpretes de Libras. Conforme Sassaki (1994), a sociedade, isso abrange nossas escolas, necessita de passar por um processo de adaptação, para incluir em seus sistemas as pessoas com deficiência, para que estas possam participar da sociedade ativamente, isso abrange a pessoa surda. Conclui-se que a inclusão das crianças surdas é um afazer coletivo, ligado a igualdade linguística e cultural de toda comunidade surda, pois a inclusão é uma delegação que abrange uma rede, e não apenas uma pessoa. Apesar de alguns avanços na inclusão dos surdos, na sociedade brasileira, até o presente momento temos muitos desafios para tornar essa inclusão mais efetiva, e a escola tem um papel extremamente importante nesse processo, devendo garantir&nbsp; condições de acesso, participação, aprendizagem e permanência na escola regular, por meio do oferecimento de serviços e de recursos de acessibilidade que excluam as objeções e promovam a inclusão, a fim de assegurar a aprendizagem dessas crianças &nbsp;com equidade.</p> Kathiuscy Machado Lourenço, Vanessa Alves Pereira, Mélany Costa Silva Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1321 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A NUTRIÇÃO INFANTIL COMO PROMOÇÃO DE SAÚDE E PREVENÇÃO DE DOENÇA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1242 <p class="s11"><span class="s10"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">O</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">crescimento,</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">aumento das dimensões</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">corpóreas</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> e desenvolvimento, ganho</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">e aprimoramento das habilidades física</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">s</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">, motora</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">s</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">, psíquica</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">s</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> e neurológica</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">s,</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> são os parâmetros</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">primordiais</span></span> <span class="s12"><span class="bumpedFont15">para avaliação da saúde</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">dos indivíduos recém-nascidos até a adolescência. Esses critérios dependem de uma nutrição balanceada e que atenda</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">às</span></span> <span class="s12"><span class="bumpedFont15">necessidades da infância, com o</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">consumo ideal</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15">dos alimentos reguladores, construtores e energéticos.</span></span><span class="s12"><span class="bumpedFont15"> </span></span></p> Ana Laura Rangel Gonzaga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1242 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 RESPONSABILIDADE CIVIL DO FORNECEDOR DE PRODUTO E SERVIÇO NO CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR DIREITOS BÁSICOS DO CONSUMIDOR E A RESPONSABILIDADE CIVIL DO FORNECEDOR NA RELAÇÃO DE CONSUMO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1359 <p>O presente estudo tem por objetivo retratar os direitos básicos do consumidor no sistema de proteção e defesa do consumidor brasileiro e apresentar todos os deveres e obrigações do fornecedor dentro dessa cadeia produtiva, expondo os casos de responsabilização civil dos fornecedores pelo fato e vício do produto ou serviço. Além de evidenciar a finalidade e as hipóteses em que incidirá a responsabilidade civil e as regras e exceções de aplicação da responsabilidade dentro dos acidentes de consumo. A Lei nº. 8.078/90 a qual rege o Código de Defesa do Consumidor, tem a finalidade de garantir a harmonização desta relação de cunho negocial e restaurar o equilíbrio entre consumidor e fornecedor, garantindo ao consumidor o caráter de vulnerabilidade, o que enseja a responsabilização objetiva dos fornecedores dos produtos ou serviços, através de princípios como o da Vulnerabilidade e da Boa- Fé. O Código de Defesa do Consumidor, como sistema autônomo e próprio, disciplina as normas de defesa e proteção do consumidor, no que tange às relações negociais entre uma parte detentora das informações de cada produto ou serviço, e da parte mais vulnerável. Partindo do pressuposto de que em uma relação de consumo, o consumidor é o elo mais fraco da economia e que o fornecedor “sobrepõe-se” ao consumidor em razão do monopólio de conhecimentos dos produtos e serviços ofertados, é que a Lei nº. 8.078/90 disciplina o ordenamento consumerista a fim de equacionar esta relação e garantir às partes seus direitos e mecanismos de defesa com o intuito de estabelecer um o tratamento igualitário das partes na relação. Por isso, fez-se necessário analisar diversas situações que ocorrem dentro do âmbito consumerista referente às diversas relações acidentárias que tornam esta relação desigual e desarmônica, conforme responsabilidade civil por vício no produto e pelo fato do produto, e dar ênfase no que tange a carga protetiva legal, que norteia esta cadeia de consumo, prevista tanto nas normas legisladas, quanto na atuação de órgãos da administração pública federal, estadual e municipal. Neste contexto, os principais artigos que tratam sobre o dever de indenizar, ou sobre a responsabilidade civil são: art. 8º, art. 12, art. 14 e art. 18 e seguintes. A regra do sistema civil brasileiro é o da responsabilização civil subjetiva, ou seja, comprovada a culpa do agente pelo fato danoso, o agente tem o dever de indenizar. Contudo, no trato das relações consumeristas há a incidência da responsabilização civil objetiva dos fornecedores, em que se exige apenas a prova do nexo causal entre o dano e a ação do agente. Será verificado que os direitos do consumidor surgem como uma forma balancear as relações de consumo por meio do aperfeiçoamento dos mecanismos jurídicos de proteção ao consumidor, visando à melhoria da qualidade dos produtos colocados para comercialização, bem como os serviços ofertados à população consumidora, com o empenho voltado à saúde e segurança da parte vulnerável desta relação consumerista.</p> Rodrigo Silva Martins Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1359 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A importância da dieta no tratamento oncológico https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1311 <p>Esse trabalho mostra a importância de uma dieta saudável no tratamento e na prevenção do câncer.</p> Isaque Martino de Assis Pereira e Silva, André Matheus Carvalho Leite, Fellipe Alves Soares, Paulo Augusto de Melo Brasil, Thatiane Marques da Silva, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1311 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A IMPORTÂNCIA DA ROBÓTICA MÉDICA E SEU IMPACTO NO PROCESSO SAÚDE-DOENÇA DA POPULAÇÃO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1386 <p>Apesar da existência e da nomenclatura “robôs” serem fatores completamente novos, a possibilidade de pensamento dos humanos sobre máquinas autônomas pode ser datada desde épocas passadas. O nome em si, “robô”, advém do célebre pintor Joseph Capek, que chamou dessa maneira toda máquina que trabalhasse exaustivamente em uma tarefa repetitiva. Desde então, com o passar dos anos e com o aprimoramento das técnicas do berço dos robôs, a chamada robótica técnica, a humanidade se adaptou às mais diversas funcionalidades que essa tecnologia originou. De forma análoga ao caminho da humanidade, outro setor essencial para a vida no cotidiano se aprimorou e se apropriou dos conhecimentos da robótica: a medicina. Esse trabalho tem como objetivo elucidar, por meio de uma pesquisa bibliográfica, o impacto da robótica no âmbito médico. A metodologia empregada foi a pesquisa através dos bancos de dados do Portal Scielo e&nbsp; do Google Acadêmico. Na área cirúrgica, o primeiro passo aliado à robotização foi no campo militar, haja vista que a principal inovação da robótica médica primitiva foi a transformação do espaço antes inutilizável- repleto de obstáculos para a intervenção cirúrgica no ambiente, como a carência de equipamentos transportáveis e de materiais com fluidez espacial- em um espaço completamente útil- com possibilidade de adequação e facilitação do processo saúde-doença do paciente-, cenário que revolucionou a prática médica. Contudo, apesar da expansão do conhecimento adquirido com a robótica médica, alguns fatores prevalecem sendo essenciais para um bom aproveitamento dessa tecnologia na intervenção e na melhoria da saúde do paciente, dentre os quais podem se apontar: o domínio do profissional de saúde dos meios tecnológicos dentro da medicina robotizada, o acesso à internet e às redes cibernéticas que possibilitam o intercâmbio de facetas agregadoras na vida do paciente e a democratização do meio virtual- para que inúmeras pessoas sejam contempladas e abonadas em seu processo saúde-doença. Dessarte, a cognitividade médica com os robôs só poderá ser alcançada caso os fatores contribuintes previamente citados sejam contemplados, porém, não cessante a isso, cabe também aos profissionais de saúde encontrarem meios que possibilitem a facilitação da intervenção no processo saúde-doença da população com redes comunicantes, como o uso da inteligência artificial e uma nova interpretação de cirurgia nos tempos modernos- atrelada à concepção da aliança do conhecimento humano e do conhecimento robótico-virtual.</p> Paulo Augusto de Melo Brasil Paulo Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1386 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A Segurança do Trabalho na Construção de Edifícios no Brasil https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1327 <p>Muito se discute a importância da segurança no meio da construção de edifícios e os passos a se tomar para que cada vez mais tenhamos um ambiente e condições de trabalho mais seguros. O nosso objetivo com esse trabalho é mostrar dados que analisam nos últimos cinco anos o número de acidentes que ocorreram na construção de edifícios no Brasil e as mudanças que aconteceram. A metodologia utilizada neste trabalho é de natureza quantitativa, em que a análise dos dados foi realizada a partir do Anuário Estatístico de Acidentes do Trabalho - AEAT. A coleta desses dados veio de informações extraídas da página da Previdência Social do Brasil no ano de 2021, quando foram analisados os números de acidentes no meio da Construção de Edifícios dos anos de 2015 a 2019. Os resultados dessa pesquisa nos mostram que nos últimos cinco anos, houve uma queda gradual no número de acidentes, com exceção de 2018, quando os números voltaram a crescer. Os números totais no Brasil eram nos anos de 2015, 2016, 2017, 2018 e 2019 , respectivamente, quinze mil e setenta e cinco (15075), onze mil novecentos e dezessete (11917), nove mil quatrocentos e vinte e três (9423), nove mil e seiscentos e um (9601), e nove mil quatrocentos e vinte e três (9423). De 2015 para 2016 houve queda de aproximadamente 21% no número de acidentes, outra queda de aproximadamente 21% de 2016 para 2017. De 2017 para 2018, notamos um pequeno crescimento de 1,9%, e de 2018 para 2019, o número volta a apresentar uma queda de aproximadamente 1,9%. Apesar de ser um tema de grande discussão e os dados nos mostrarem esse declínio nos números totais de acidentes, percebemos em um olhar geral que a segurança do trabalho na construção de edifícios ainda necessita de evoluções significativas em suas práticas e ações tomadas para proporcionar um ambiente seguro para os trabalhadores e consequentemente zerar os números de acidentes ocorridos em canteiros de obras, assegurando assim a integridade física de cada colaborador.</p> Lucas Mateus Alves Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1327 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Conhecimento e orientação dos adolescentes sobre métodos contraceptivos https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1418 <p>Existem no Brasil programas voltados à saúde da mulher, além do planejamento familiar, apesar disso, é possível notar que mulheres têm iniciado suas vidas sexuais cada vez mais jovens e o número de gravidez indesejada ainda é alto, além da contaminação por infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). O ideal seria que os métodos contraceptivos fossem, cada vez mais, abordados em escolas e em consultas, principalmente para adolescentes, nas Unidades Básicas de Saúde. Os métodos contraceptivos: diafragma, pílula oral combinada, injetável, anel vaginal, adesivos, DIU (dispositivo intrauterino) e outros, visam evitar gravidez não planejada, sendo que alguns desses podem também prevenir ISTs, como é o caso das camisinhas. É importante salientar que nenhum método tem 100% de eficácia, alguns têm índices de falhas mínimos, se usados corretamente, e combinando mais de um, a eficácia aumenta. Objetiva-se discutir sobre o conhecimento dos jovens sobre métodos contraceptivos, bem como a orientação do método para a população. Este trabalho é um resumo simples. Foram escolhidos artigos do banco de dados Scielo e Pubmed para a revisão sistemática de literatura, onde foram usados termos “métodos contraceptivos”, “conhecimento dos adolescentes dos métodos anticoncepcionais”. Muitos jovens têm conhecimento sobre a existência de alguns métodos, mas não são orientados sobre seu uso, sendo assim, insuficientes para mudar a conduta para um sexo seguro. Ademais, a dificuldade ao acesso e a limitada informação sobre essa ampla variedade de métodos anticoncepcionais existentes, acaba entrando em divergência com o que é proposto pelos programas de saúde da mulher e de planejamento familiar. No mundo, o método mais usado é a ligadura de trompas, sendo definitivo, já o reversível mais utilizado é o DIU, seguido pelos anticoncepcionais orais e o preservativo masculino. Dito isso, pode-se notar que existe um consenso de que o DIU é um contraceptivo de primeira linha e apropriado para a maioria das mulheres, é altamente eficaz, prático e tem custo-benefício, e temos diferentes tipos:&nbsp; hormonal e não-hormonal (cobre, prata e combinada). Já os adolescentes, com poucas informações acerca desse assunto, optam pelos preservativos, seguido de coito interrompido e pílulas orais. O mais indicado, na maioria das vezes, seria o DIU visto que é um método de longa duração e de fácil acompanhamento, associado à camisinha porque o DIU não previne ISTs. Dito isso, é importante ressaltar que existem diversos fatores limitantes para os adolescentes, já que falar sobre sexualidade ainda é um tabu para a sociedade, e muitas vezes, apenas as mulheres tomam responsabilidade acerca desse assunto, já que elas costumam dar mais atenção à saúde. Falta orientação para os adolescentes, em casa, nas escolas e nos postos de saúde, onde deveriam disseminar mais informações. Assim, conclui-se que os adolescentes detêm informações sobre os métodos anticoncepcionais, mas eles não advêm de profissionais da saúde, sendo assim, é importante que tais profissionais atinjam mais jovens, podendo orientar na escolha do melhor método, analisando as vantagens e desvantagens de cada técnica, para optarem juntos pelo mais adequado para cada indivíduo.</p> Laressa Brunna Couto, Isadora da Silva Gomes, Lucas Zaltron Nascimento, Tânia Pacheco dos Santos, Carlos Antônio Carvalhaes Silva, Maressa Byannca Couto Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1418 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DOENÇA DE ALZHEIMER https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1333 <p><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">A&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">doen</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ç</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">a</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;de Alzheimer (DA)&nbsp;</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">é&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">um transtorno neurodegenerativo, progressivo, irrevers</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">vel e de aparecimento insidioso, acarreta na perda da mem</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ó</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ria e diversos&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">dist</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ú</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">rbios</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">cognitivos</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="NL-NL" xml:lang="NL-NL" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">. A doen</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ç</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">a</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;foi primeiramente caracterizada pelo neuropatologista e psiquiatra alem</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Alois</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;Alzheimer durante uma aut</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ó</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">psia, e por isso carrega seu nome. Dessa forma, a partir da&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">observa</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çã</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="FR-FR" xml:lang="FR-FR" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;de les</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">õ</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="FR-FR" xml:lang="FR-FR" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;in</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">é</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ditas</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;no&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">c</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">é</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">rebro</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;do cadáver</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">, ele concluiu que se tratava de u</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ma&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">afecção</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo"> que acometia os&nbsp;</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="DE-DE" xml:lang="DE-DE" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">neur</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ô</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">nios</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">, os quais revelavam-se at</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">picos em v</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">á</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">rias regi</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">õ</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es do c</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">é</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">rebro, compostos por placas e fibras retorcidas, descrevendo as altera</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çõ</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es que hoje s</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o conhecidas como padr</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">õ</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es da&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">doen</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ç</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="IT-IT" xml:lang="IT-IT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">a.&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Es</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">te trabalho busca analisar de forma abrangente o estudo de caracter</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">sticas, ainda em constru</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o, de causas e tratamentos da&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">DA</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">.&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">É&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">uma pesquisa qualitativa, com foco anal</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">tico-descritivo, de natureza explorat</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ó</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ria, e por meio de pesquisas em teses comprovadas cientificamente, busca detalhar objetivos relevantes para o desenvolvimento de quest</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">õ</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es relacionadas ao Alzheimer, com aprofundamento nos est</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">á</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">gios, hip</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ó</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">teses etiologias, tratamentos e proje</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çõ</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es desse transtorno.</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">E</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">studos&nbsp;</span></span>em desenvolvimento<span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;pela</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;fundação&nbsp;“</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Alzheimer’s</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Drugs</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Discovery</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">Foundation&nbsp;”</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;(ADDF)</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">, buscam entender as principais etiologias da doença, que apesar de ainda indefinida, sabe-se que alguns fatores contribuem para o seu surgimento, como proteínas danificadas, falha na energia neural, </span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">neuroinflamação, </span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">doenças vasculares e a </span></span>genética<span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">.</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;Em paralelo ao&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">aspecto</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;cient</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">fico, temos tamb</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">é</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">m a situa</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o social, a</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">média de expectativa de vida teve crescimento significativo nos últimos anos, gerando um crescimento da população idosa. No entanto, esse aumento do número de anos vividos não vem acompanhado por uma melhora da qualidade de vida</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">, este fato ocorre principalmente, em&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">decorr</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ê</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="IT-IT" xml:lang="IT-IT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ncia</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;da alta&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">incid</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ê</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ncia</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;de doen</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ç</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">as neurodegenerativas, como Alzheimer, na popula</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o.&nbsp; Em s</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">í</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ntese, procura-se compreender o atual avan</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ç</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o dos tratamentos, visto que, as&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">resolu</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">çõ</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">es vigentes s</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ã</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">o</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">&nbsp;de car</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">á</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ter paliativo e estimam um alto custo para o cuidado dos pacientes,&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">caracterizando&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">um dos maiores desafios de&nbsp;</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">sa</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ú</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="ES-ES" xml:lang="ES-ES" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">de p</span></span><span class="TextRun SCXW86596200 BCX0" lang="PT-PT" xml:lang="PT-PT" data-contrast="none"><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">ú</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">blic</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">a</span><span class="NormalTextRun SCXW86596200 BCX0" data-ccp-parastyle="Corpo">.</span></span></p> Emily Cristiny Martins Campos, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1333 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 FILARIOSE LINFÁTICA: UMA DOENÇA PRESENTE NO BRASIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1428 <p>A filariose linfática é uma doença exclusiva do ser humano, causada pelo verme <em>Wuchereria bancrofti </em>e transmitida pelo mosquito fêmea do gênero <em>Culex quinquefasciatus</em>, principal vetor do parasito. As áreas endêmicas da doença são de clima tropical e subtropical e se caracterizam, principalmente, pela falta de saneamento básico e condições precárias de higiene. . As intervenções nesta problemática se voltam a dois objetivos principais: eliminar a transmissão e tratar as pessoas parasitadas, pois só assim haveria uma profilaxia adequada.</p> Aderval dos Santos Reis, Carlos Antônio Carvalhaes Filho, Kamilla Assis Diniz, Leonardo Santos Assis, Tânia Pacheco dos Santos Pacheco dos Santos, Armante Campos Guimarães Neto Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1428 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 RELEVÂNCIA DA CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS DE MICROORGANISMOS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1367 <p>Os microrganismos são seres vivos invisíveis a olho nu, com grande diversidade, inclusive superior à das plantas e animais, apresentando características morfológicas e/ ou funcionais indistinguíveis, até mesmo com o uso de microscópio. </p> Brenda Araújo Rezende, Caio Carvalho Moraes, Caio Carvalho Resende, Carlos David Irigaray Junior, César Henrick Ronssoni Giacomelli, Marilaine de Sá Fernandes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1367 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Tortura O CRIME DE TORTURA NO ORDENAMENTO JURÍDICO BRASILEIRO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1370 <p>No presente trabalho, é feita a bordagem de quais as leis presentes em nosso ordenamento jurídico dispõem sobre a tortura e como cada uma tem sua parte importante para a punição de quem à comete.</p> Fernanda Souza Nascimento, Lígia Paulino Almeida , Pâmela Corrêa de Oliveira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1370 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO E SEUS REFLEXOS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1237 <p>A Síndrome do Ovário Policístico (SOP) é uma endocrinopatia (distúrbio endócrino feminino) com alta incidência em mulheres em idade reprodutiva, atingindo cerca de 8 a cada 100 mulheres. A SOP não possui causa plenamente conhecida, porém a hipótese mais aceita de patogenia é uma desordem multigênica complexa, incluindo desequilíbrios hipotálamo-hipofisários, esteroidogênese e resistência insulínica. Esse trabalho tem como objetivo a promoção da conscientização da SOP, alertando sobre os inúmeros reflexos negativos na vida da mulher, referindo-se além dos sintomas guias da doença, indiciando os perigos de um dignóstico tardio e caracterizar os reflexos de uma síndrome tão complexa na vida da mulher. Trata-se de uma revisão bibliográfica, que integra o empenho de diferentes pesquisadores, em artigos científicos e monografias, acessados utilizando o Scielo e o Google Acadêmico. As pesquisas pontuam fortemente a necessidade de um diagnóstico precoce feito por meio de consultas de rotina em ginecologistas. Porém, estudos afirmam que não são em consultas ginecológicas que grande parte das vítimas de SOP relata a descoberta da doença, mas sim após consultas dermatógicas. Isso se dá pois as pacientes recorrem a dermatológistas por terem tido alterações na pele e cabelo, que são os principais sintomas de SOP, e, após exames, receberam o diagnótico preciso. Assim, mulheres vítimas de SOP devem ser submetidas a uma série de exames em busca do melhor diagnóstico para serem sujeitadas ao melhor tratamento diante de suas circunstâncias. Dessa forma, são feitos exames para excluir distúrbios hormonais, demais fatores de anovulação (ausência de ovulação por um tempo prolongado) e de infertilidade e, também, para concretizar o investigação de SOP, é feito uma ultrassonografia (USG) para examinar os ovários e identificar cistos. Após identificada a síndrome, é feito um tratamento, em geral com anticoncepcionais, variando em alguns casos para o uso de sensibilizantes de insulina e, também, com alteração no estilo de vida. Vale ressaltar que a SOP não possui cura, mas seu tratamento é eficaz e reduz significamente os sintomas, visando reduzir as manifestações do hiperandrogenismo, recompor os ciclos ovulatórios regulares e reparar a síndrome metabólica.</p> Stela Sofia Carvalho Fernandes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1237 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 PREVALÊNCIA DE AMASTIGOTAS NO PARÊNQUIMA HEPÁTICO NA DOENÇA DE CHAGAS AGUDA EXPERIMENTAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1380 <p>A patogenia da doença de chagas foi demostrada além de estar associada com diferentes linhagens parasitarias e reposta imune do hospedeiro, a carga parasitaria é um fator importante que gera diferentes respostas e graus de invasão tecidual, incluindo no fígado.</p> Arianny Lima da Silva, Melissa Carvalho Martins de Abreu, Camila Botelho Miguel, Javier Emilio Lazo-Chica, Wellington Francisco Rodrigues Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1380 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 SELEÇÃO DE LOCAIS PARA A REALIZAÇÃO DA PESQUISA ENTOMOLÓGICA PARA FLEBÓTOMOS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1385 <p>Os flebotomíneos pertencem à ordem Diptera, família <em>Psychodidae</em>, do gênero <em>Lutzomyia</em> e possuem como principais características morfológicas a pilosidade espessa por todo corpo e asa e serem insetos pequenos, não ultrapassando 0,5 cm de comprimento. Apresentam comportamento noturno, permanecendo em seus abrigos durante as horas luminosas. São popularmente conhecidos como mosquito-palha, birigui, frebóti, cangalhinóia, asa dura e tatuíra. São responsáveis por transmitirem as leishmanioses. </p> Eliz Oliveira Franco, Rafael Nunes Carvalho, Letícia Tidre Tonial , José Henrique Almeida Oliveira , Eric Mateus Nascimento de Paula Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1385 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 CURADORIAS DE RECURSOS GENÉTICOS VEGETAIS E SUA CONSERVAÇÃO NO BRASIL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1387 <p>Todo material biológico que possui um valor de mercado é chamado de recurso genético, e sabendo-se que é possível produzir itens de interesse ao homem a partir de diversos genes, todo organismo pode ser considerado um potencial recurso genético. </p> Lucas Carvalho Diniz, Leonardo Vargas Fávero, Luísa Sobral Marques, Marilaine de Sá Fernandes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1387 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AUTOMEDICAÇÃO E O ABUSO DE SUBSTÂNCIAS EM ACADÊMICOS DE MEDICINA DA UNIFIMES https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1395 <p>A automedicação é a prática realizada por indivíduos que consomem medicamentos sem a orientação médica, com o objetivo de curar sintomas de modo rápido e acessível. Além disso, o uso de medicamentos sem prescrição médica é muito utilizado por jovens que adentram no curso superior, como um modo de fuga da realidade e, para amenizar o estresse e a ansiedade. </p> Joliane Oliveira de Figueiredo Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1395 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ESTRATÉGIAS EDUCATIVAS PARA CUIDADOS NA SAÚDE DE PROFISSIONAIS LIGADOS A ÁREA DE REPRODUÇÃO ANIMAL https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1408 <p>O amplo uso de biotécnicas da reprodução em bovinos em busca de melhor genética e produtividade, está diretamente relacionado com um manejo que envolve o contato direto dos médicos veterinários e funcionários das propriedades rurais com os animais, seja para o diagnóstico e acompanhamento reprodutivo ou para a aplicação dos fármacos hormonais utilizados para o controle do ciclo estral afim de aplicar as biotecnologias reprodutivas. </p> Eric Mateus Nascimento de Paula, Priscila Chediek Dall’Acqua, Leticia Tidre Tonial Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1408 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 INTERCÂMBIO DE GERMOPLASMA VEGETAL: BREVE ANÁLISE SOBRE A OPERACIONALIZAÇÃO DO PROCESSO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1406 <p>O Intercâmbio de germoplasma foi a atividade principal na implantação da agropecuária desde o começo da humanidade. No Brasil, os colonizadores impuseram seus costumes alimentares e de uso de espécies exóticas, tornando os brasileiros dependentes de seus recursos genéticos.</p> Nicoly de Jesus Costa Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1406 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 PROJETO FARMÁCIA SOLIDÁRIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1413 <p><span class="NormalTextRun SCXW102886011 BCX0" data-ccp-charstyle="Strong">Todo animal merece ter uma boa qualidade de vida e muitas vezes eles precisam de nosso auxílio para cuidar de sua saúde e bem-estar. O número de animais de estimação vem crescendo no país, segundo dados do IBGE o Brasil ocupa o 4° lugar no mundo em maior quantidade desses. Cães e gatos deixam o Brasil em 2° lugar no ranking de países mais populosos. </span></p> Vinícius Cruz Silva Sousa, Ísis Assis Braga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1413 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 UMA ANÁLISE SOBRE A RESPONSABILIDADE CIVIL DO ESTADO EM FACE DAS MORTES DE DETENTOS SOB SUA CUSTÓDIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1415 <p>O presente estudo procura abordar sobre a responsabilidade civil do Estado em face das mortes de detentos sob sua custódia.</p> Eduardo Janisch, NELLIO RESENDE, LUANA BISPO Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1415 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A DEPRESSÃO COMO CAUSA DA DOENÇA DE ALZHEIMER NOS PACIENTES IDOSOS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1268 <p>A depressão, é uma doença psiquiátrica, considerada por alguns autores como pródromo para a Doença de Alzheimer (DA), em que o paciente pode apresentar apatia, desesperança, sensação de inutilidade, entre outros sintomas. Sabe-se que a DA é um transtorno neurodegenerativo, progressivo e fatal caracterizado pela deterioração da memória e da cognição, cujas manifestações neuropsiquiátricas e motoras culminam em uma deficiência gradual que pode lesar a capacidade do indivíduo em realizar suas atividades diárias. O intuito desse trabalho é compreender como o distúrbio depressivo se relaciona com a DA. Trata-se de uma revisão da literatura que utilizou como base de dados as plataformas PubMed e Scholar Google. O descritor utilizado foi: Depressão e Alzheimer, no qual incluiu artigos e resumos, nos idiomas inglês e português, entre os anos de 2000 a 2019. Frente aos estudos revisados, foi possível constatar que adultos diagnosticados com depressão, apresentam maior probabilidade de desenvolver DA na velhice. O motivo pelo qual isso ocorre, pode ser resumido aos danos no sistema nervoso (SN), causados por diferentes mecanismos, que podem desencadear a DA. Dentre os fatores responsáveis, podem ser citados: aumento dos processos inflamatórios, doenças vasculares, elevada produção de glicocorticoide, deposição amiloide e neurofibrilar. Além disso, também foi constatado a existência de situações em que os idosos apresentam tanto depressão quanto DA, o que inevitavelmente aumenta os custos com tratamento, institucionalizações e o sofrimento dos familiares. É notório pontuar que, a avaliação clínica cuidadosa é imprescindível para que a depressão seja diagnosticada e tratada precocemente, de forma a poupar danos no SN e de forma indireta, evitar possíveis demências neurodegenerativas que venham a surgir com o avanço da idade. Conforme o supracitado, conclui-se que, a maioria dos autores defendem que a depressão é um pródromo de demência. Entretanto, existem outras vertentes que apresentam outras possibilidades, por exemplo: a demência ou deficiência cognitiva ser uma característica da depressão e a depressão como reação ao declínio cognitivo. Logo, faz-se necessário mais estudos para definir a real relação entre depressão e DA.</p> Samantha Sthephanie Xavier, Ana Carolina Maia Duarte, Ariane de Oliveira Villar, Wadyla Thaís Oliveira Cardoso , Ana Caroline Nogueira Moreira Souza , Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1268 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A FORMA DO CORPO: UM OBJETO DE DESEJO E PODER https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1351 <p>O corpo tem ganhado cada vez mais espaço na modernidade, vem se tornando um dos mais profundos desejos e objeto de maior investimento frente aqueles que buscam uma estrutura dentro das medidas. &nbsp;Buscando entender de forma mais aproximada como essa relação de corpo, beleza e poder se ajusta frente a satisfação e autoestima do sujeito, este trabalho, objetiva enaltar aspectos e atitudes adotadas na busca do corpo ideal, o tema definir-se-á como ponto importante de ser falado, debatido, arguido, para um melhor entendimento acerca da problemática. Para o campo da psicologia, pensar o corpo de acordo com os padrões estéticos é compreender que ele foi e é construído conforme a época e a cultura.</p> Janilson da Conceição Silva, Marisangela Balz Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1351 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A IMPORTÂNCIA DAS CRENÇAS POPULARES NA MEDICINA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1247 <p>O mundo contemporâneo é marcado por evoluções e tecnologias no meio técnico-científico, as quais vem para aprimorar o conhecimento de todas as áreas da ciência. Entretanto, é necessário dar espaço também ao conhecimento popular que está inserido na cultura de cada grupo social. Sendo assim, a inserção das crenças populares na medicina se mostrou eficaz no tratamento de doenças. Desse modo, o presente exposto tem o objetivo de mostrar a pertinência da medicina junto às crenças populares para melhor assistência e eficiência das terapias. Para isso, foi realizada uma revisão bibliográfica de artigos encontrados no Google Acadêmico que discorriam sobre o tema proposto. Nesse contexto, é sabido que as crenças populares são valores vindos do saber cultural, em que estão relacionadas com as vivencias de grupos sociais. Nesse sentido, muitas vezes esses saberes passam do processo saúde-doença para uma determinante mágico-religiosa (CAMARGO,2011). No Brasil, a associação entre medicina e religião está empregada no país desde o nosso princípio. Com a chegada dos portugueses, os jesuítas baseavam todas as práticas médicas à religião, onde todos os procedimentos realizados eram com base no catolicismo, com o intuito de purificar e salvar a alma do enfermo (CAMARGO,2011). Dessa forma, mesmo depois de tanto tempo, a medicina popular vem ganhando espaço para o fornecimento de tratamento de algumas enfermidades, principalmente em sociedades com menor densidade demográfica. Além disso, a importância dessa modalidade da medicina foi reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), onde a organização comprovou a sua eficácia para a manutenção da saúde desses grupos sociais (BARBOSA et al, 2004). Entretanto, o modelo assistencialista, vigente no Sistema Único de Saúde, mesmo com toda ênfase na integralidade, faz com que os profissionais da saúde negligenciem alguns aspectos como a religião e a espiritualidade, os quais são fundamentais em todo processo saúde-doença (BARBOSA et al, 2004). Sendo assim, como comenta Barbosa (2004), o psicológico do paciente é um fator primordial para a eficácia de uma terapia, sendo fundamentalmente importante o envolvimento de aspectos como a fé, espiritualidade, religião e cultura no percurso entre a doença e a cura do indivíduo. Dessa maneira, é notória a pertinência do envolvimento do imaginário popular no processo de cura do paciente. Portanto, seria de suma importância o conhecimento dos profissionais da saúde sobre as crenças populares que englobam a sua região de atuação, fazendo com que haja uma melhor execução do princípio da integralidade do SUS.</p> JOÃO VICTOR REZENDE CARMO Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1247 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A IMPORTÂNCIA DO BASIC LIFE SUPPORT (BLS) NA MANUTENÇÃO DA VIDA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1304 <p>A execução adequada do Suporte Básico de Vida (Basic Life Support – BLS) é imprescindível na manutenção da vida, por proporcionar um socorro imediato que aumenta as chances de sobrevida da vítima. Sendo assim, essencial seguir uma sequência de passos padronizados, a fim de fornecer um auxílio estra-hospitalar e reduzir o número de óbitos. </p> Andressa Pacheco, Lara Vento Moreira Lima, Andresa de C. Martini Mendes Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1304 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A PREVALÊNCIA DA TUBERCULOSE NA POPULAÇÃO PRETA E PARDA EM GOIÁS NO ANO DE 2020 https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1250 <p>O SUS permite aos usuários o direito à saúde respeitando suas características especiais e proporciona harmonia no cuidado prestado a eles. Segundo o filósofo francês Michel Foucault, sobre a medicina social alemã, que o Estado acumula conhecimentos para ocupar as funções de instituições políticas, pois porta informações e controla o processo saúde-doença das pessoas, semelhante ao que presencia o SUS brasileiro. Porém, mesmo que sejam garantidos os princípios de universalidade, integridade e equidade impostos pelo SUS, o cumprimento desses conceitos é difícil, pois fatores históricos relacionados à formação do povo brasileiro confirma a existência de entraves que o impossibilitam de alcançar a execução de direitos adquiridos. Da Matta destacou em seu livro os reais motivos do descumprimento dos princípios básicos estabelecidos pelo SUS relacionados aos prejuízos aos grupos marginalizados pela posição dominante do grupo majoritário. O objetivo deste trabalho é compreender a real causa da epidemia de tuberculose entre negros e pardos no Estado de Goiás. Foi realizada uma revisão da literatura, utilizando a plataforma SCIELO como ferramentas de pesquisa, e artigos publicados entre 2020 e 2021, com o termo descritivo: tuberculose. Além disso, foram utilizados documentos oficiais do Ministério da Saúde do Brasil de 2020 a 2021. A revisão concluiu que o Brasil ainda é um país com epidemia de tuberculose preocupante, por ser bastante incidente e ligadas as vulnerabilidades econômicas e sociais e que não segue as principais diretrizes do SUS, sendo necessário desenvolver e implementar projetos e campanhas muito eficazes na luta contra a tuberculose.</p> Fernanda Ferreira Mendonca, Fernando Gabriel Santos Lima, Millena Santana da Silva Marcos , Gabriella Serravalle Fonseca, Isadora De Paula Souza, Paula Maria Trabuco Sousa Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1250 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A REABILITAÇÃO MOTORA COMO FORMA DE RESGATAR A QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES HEMIPLÉGICOS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1212 <p>O Acidente Vascular Encefálico (AVE), popularmente conhecido como derrame, ocorre quando há a interrupção do fluxo sanguíneo no tecido cerebral ocasionado por uma obstrução ou rompimento de um vaso, provocando a perda da função contralateral pela diminuição da função neurológica. Segundo a Organização Mundial de Saúde, cerca de 15 milhões de pessoas sofrem um AVE por ano, destas cinco milhões morrem em decorrência do evento e grande parte dos sobreviventes apresentam sequelas físicas e/ou mentais. A principal sequela física resultante do acidente é a chamada Hemiparesia, que consiste na perda parcial da função motora em um lado do corpo. Isso afeta diretamente a qualidade de vida do indivíduo, vez que impossibilita e/ou prejudica a independência nas atividades cotidianas, assim, deixando-o incapaz de realizar as mais simples tarefas. Nessa perspectiva, esse estudo caracteriza-se como uma revisão de literatura de artigos científicos na base Scielo de teor qualitativo acerca da reabilitação motora em pacientes hemiplégicos como forma de resgatar a qualidade de vida. Dessa forma, foi demonstrado que o comprometimento dos aspectos físicos e da capacidade funcional estão diretamente relacionados à perda da qualidade de vida e bem-estar, sendo verificado, ainda, que quadros graves de incapacidade são fatores de risco associados à ocorrência de depressão. Nesse sentido, o estado funcional é apontado como um dos domínios determinantes da qualidade de vida dos pacientes, por isso a utilização de estratégias para melhorar a função física é um diferencial útil, capaz de incrementar positivamente as expectativas em relação à vida após o AVE. A reabilitação motora é apresentada como principal forma de diminuir as limitações para a realização das atividades de vida diária, assim, devolvendo, significativamente, movimentos essenciais para o bem-estar e para a reintegração mais independente do indivíduo. Pode-se concluir, portanto, que as manifestações clínicas provocadas pelo AVE estão relacionadas ao comprometimento na percepção da qualidade de vida, sendo, de suma importância, a reabilitação motora como ferramenta da reintegração social mais independente e da promoção de um estado geral de saúde.</p> Vinícius Duarte Guedes de Oliveira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1212 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A saúde bucal e as orientações para escovação dental dos pets https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1384 <p>As ações do projeto de extensão "VetSchool" em parceria com o projeto de pesquisa "Impactos da orientação odontológica na saúde bucal de cães e seus tutores” na contribuição para uma boa saúde bucal de cães e gatos.&nbsp;</p> Marina Vieira Silva, Monique Resende Carvalho, Maria Julia Gomes Andrade, Eric Mateus Nascimento de Paula, Andresa de Cassia Martini Mendes, Priscila Chediek Dall'Acqua Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1384 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A TÉCNICA DE LIPOENXERTIA NAS CIRURGIAS DE MAMOPLASTIA DE AUMENTO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1228 <p>O lipoenxerto visa diminuir os impactos negativos decorrentes das cirurgias estéticas e reconstrutivas mamárias, visto que o risco de rejeição imunológica e alérgica é baixo. Ela consiste na retirada de tecido adiposo do próprio paciente, por meio da lipoaspiração e a realocação para as mamas. O aprofundamento dessa técnica traz benefícios não só para a saúde particular das mulheres, como também para a saúde coletiva, uma vez que é crescente a procura pela mamoplastia de aumento. O uso desse procedimento alia segurança, com resultados positivos no âmbito da saúde e satisfação por parte das pacientes. Isso elucida o despertar atual do interesse mundial sobre as vantagens e desvantagens do método. De acordo com uma pesquisa da Sociedade Internacional de Cirurgia Estética (ISAPS) em 2017 foram realizadas 2.524.115 cirurgias para fim estético no Brasil, sendo a de aumento mamário uma das mais evidentes no cenário atual. Dentre as diferentes técnicas, a do implante de silicone é a mais popular entre os especialistas, entretanto a com o maior potencial para complicações pós-cirúrgicas. Os efeitos dos impasses dessa prática afetam não só a esfera individual da mulher, como também a social, trazendo frustração e constrangimento. Houve a procura por artigos científicos na plataforma Google Acadêmico, com os termos “lipoenxertia mamária” e na Revista Brasileira de Cirurgia Plástica foram usados “complicações prótese mamária”, “cirurgia de mama Brasil” e “mamoplastia de aumento”. A pesquisa abordou a influência das complicações na saúde da mulher e o melhor método a ser abordado para evitar problemas e cirurgias secundárias. Concluiu-se baseado nas revisões da literatura, que a técnica de lipoenxertia merece destaque e maior aderência dos profissionais, uma vez que apresenta menores complicações cirúrgicas e baixo índice de rejeição pelo organismo das pacientes ocasionando consequentemente menores danos emocionais e psicológicos.&nbsp; As pesquisas acerca do tema devem ser incentivadas, para resultados concretos e assim um maior aprimoramento da prática e maior divulgação.</p> Pabline Delamano Franco, Isabela Fernandes Alves, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1228 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AÇÕES EDUCATIVAS PARA A DIMINUIÇÃO DOS MAUS TRATOS ANIMAIS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1403 <p>Todo ato de submeter alguém a tratamentos cruéis, privação de água ou alimentos, trabalho forçado, ausência de cuidados médicos, é considerado por maus tratos. Em relação aos animais, esse conceito se estende bem além da definição e a prática de maltratar esses seres é um crime ambiental. No entanto, para que não sejam praticados maus tratos, é importante que a população tenha conhecimento sobre os cuidados mínimos com os animais de companhia, pois estes demandam tempo e geram custos por vezes desconhecidos ou não planejados quando o indivíduo decide ter um animal, o que pode estar relacionado com o alto número de abandonos. Neste sentido, este trabalho tem como objetivo revisar os aspectos que influenciam na ocorrência de maus tratos animais e evidenciar a importância da guarda responsável, na promoção do bem-estar dos animais. Trata-se de uma revisão bibliográfica realizada através de pesquisas nas bases de dados do Google Acadêmico e Portal de Periódicos da Capes. Os animais sempre fizeram parte do convívio humano na sociedade, diante disso, é impossível ignorar que os animais nas interações com os seres humanos fazem mudanças na vida destes, o que torna como obrigação ética respeitar intrinsecamente todos os seres vivos, quer possa se beneficiar deles ou não. Nesse sentido, o abandono de animais é considerado um dos atos mais cruéis praticados pelos humanos, o que se percebe com maior incidência na época de festas de fim de ano, quando os tutores viajam e não tem onde deixar os animais. Esse abandono acaba gerando uma superpopulação de cães e gatos errantes, vivendo nas ruas. Essa situação piora a cada dia com a reprodução desenfreada destes animais, dificultando o controle populacional. Essa superpopulação de animais errantes relaciona-se com os maus tratos, pois esses não possuem um abrigo adequado, passam fome e frio, podem ser agredidos, envenenados, dentre outros. Ainda, cães e gatos em situação de rua são considerados importantes transmissores de doenças para a população humana, por isso, é também um problema de saúde pública. Para que se evite a ocorrência de maus tratos é importante a realização de ações educativas que possa ressaltar a importância e os benefícios de uma convivência harmônica entre animais e humanos, a qual traz benefícios aos seres humanos, mas para isso é necessária a prática da guarda responsável. Conclui-se então que maus tratos não são só atos de agressão, mas também a privação de alimento, água, um ambiente saudável, cuidados médicos, ou seja, qualquer condição que prejudique o bem-estar animal. Sendo assim, a educação em saúde para a guarda responsável pode ser considerada a principal ferramenta para esclarecer a população acerca dos cuidados com os animais, afim de reduzir a ocorrência de maus tratos e, encorajando a sociedade a denunciar a prática do crime.&nbsp;</p> Maria Júlia Gomes Andrade, Marina Vieira Silva, Monique Resende Carvalho, Eric Mateus Nascimento de Paula, Andresa de Cássia Martini Mendes, Priscila Chediek Dall’Acqua Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1403 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ÁLCOOL: UM PROBLEMA MUITO ALÉM DA RESSACA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1285 <p><strong>As substâncias psicoativas fazem parte da vida de muitas pessoas incluindo adolescentes que as utilizam de forma precoce. Dentre essas substâncias pode-se citar o álcool. A ingestão de bebidas alcoólicas está relacionada com mais de 230 doenças e agravos, acidentes que poderiam ser evitados, além de três milhões de morte por ano. O álcool é uma substância capaz de propiciar uma certa sensação de relaxamento para quem o ingere, porém também é um depressor psicotrópico do sistema nervoso central (SNC). Além disso, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), não é possível estabelecer uma margem segura para o consumo de álcool e os danos estão diretamente relacionados à quantidade consumida dessa substância. Dessa forma, esse trabalho tem como objetivo destacar as consequências que o álcool pode gerar, por meio de uma revisão narrativa, tendo como base artigos da plataforma Google Acadêmico. Foi feita uma busca com as palavras-chave álcool e consequências. Foram analisados artigos entre os anos 2020 e 2021, obtendo-se no total de 10 artigos, dos quais três foram selecionados para revisão. Dentre os artigos escolhidos os resultados apontaram que o álcool causa diversas consequências, dentre elas ele é capaz de influenciar negativamente o sistema imune fazendo uma imunossupressão, o que aumenta os riscos de doença principalmente no contexto pandêmico atual. Além disso, muitas vezes as bebidas alcoólicas são usadas para proporcionar um prazer momentâneo, como se fosse um alívio depois de um dia de estresse. No entanto, isso pode levar a um consumo excessivo, causando dependência e influenciar em perdas econômicas e sociais importantes. O consumo disfuncional de álcool está também relacionado a acidentes de carro, tentativas de suicídio, sintomas de depressão, ansiedade e até mesmo coma alcoólico. Conclui-se que o abuso de bebida alcoólica pode comprometer a saúde física e psicológica, sendo um problema muito maior do que a ressaca do dia seguinte.</strong></p> Gustavo Angelo Ferreita Clementino, Ana Laura Rangel Gonzaga , Fernanda Ferreira Mendonça, Fernanda Ramos Barbosa de Oliveira, Fernando Gabriel Santos Lima, Luísa Costa Monteiro Hadler Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1285 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Amamentação exclusiva: os benefícios da ação materna https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1292 <p><span data-contrast="auto">A amamentação&nbsp;exclusiva, ou aleitamento de acordo com a Organização mundial de&nbsp;saúde (OMS), é quando o lactente recebe somente leite materno,&nbsp;além disso,&nbsp;o recém-nascido&nbsp;(RN)&nbsp;deve&nbsp;ser&nbsp;alimentado&nbsp;nos seis primeiros meses de vida&nbsp;exclusivamente de leite materno&nbsp;e&nbsp;ser complementado com outros alimentos daí em diante, até os dois anos de idade.&nbsp;A importância em concretizar esse direcionamento da OMS se dá pelos benefícios concedidos a lactante e ao lactente.&nbsp;O</span><span data-contrast="none">&nbsp;objetivo desse estudo&nbsp;então&nbsp;é a verificação de dados sobre o tema de amamentação exclusiva e seus efeitos na saúde da mãe e do&nbsp;filho.</span><strong><span data-contrast="auto">&nbsp;</span></strong><span data-contrast="auto">Para tanto foi&nbsp;realizado revisão de literatura,&nbsp;o instrumento de pesquisa utilizado foi a consulta na plataforma&nbsp;Scientific&nbsp;Eletronic Library Online (SCIELO), com os descritores:&nbsp;amamentação exclusiva. Também foram utilizados os filtros para artigos apenas em Português e publicados no ano de 2021. A busca resultou em&nbsp;6&nbsp;artigos os quais foram selecionados para a realização deste trabalho, que&nbsp;teve como critério de exclusão: artigos publicados em outras plataformas e artigos publicados em anos anteriores.&nbsp;O quantitativo de publicações sobre este tema demonstra que existem&nbsp;poucas produções recentes sobre o&nbsp;tema, mesmo que exista a ênfase de se&nbsp;tratar&nbsp;de uma temática muito importante para os&nbsp;recém nascidos&nbsp;e lactantes.&nbsp;A partir das leituras completas dos artigos encontrados, encontrou-se que,&nbsp;na década de 80,&nbsp;</span><span data-contrast="none">várias p</span><span data-contrast="auto">olíticas de promoção à amamentação no Brasil foram implantadas, com a criação do Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno, que veiculou campanhas de divulgação na mídia, instituiu uma legislação de proteção à amamentação e desenvolveu uma rede inovadora de Bancos de Leite Humano, as quais influenciam até hoje.&nbsp;Sabe-se que a&nbsp;amamentação na sala de parto, possibilita ao&nbsp;RN&nbsp;uma melhor adaptação a vida extrauterina,&nbsp;auxilia na regulação térmica, glicêmica e cardiorrespiratória. A sucção precoce, para as mães, estimula a hipófise na produção de ocitocina e prolactina, aumentando a produção de leite pelo organismo, e fisiologicamente para mãe, amamentar produz uma intensificação de&nbsp;sua maternidade e de seu prazer em cuidar do filho e no aspecto psicológico, essa intensificação serve pra consolidar a formação do&nbsp;vínculo&nbsp;afetivo entre mãe e&nbsp;filho</span><span data-contrast="none">.&nbsp;Além de&nbsp;ser um alimento completo e adequado para o desenvolvimento saudável, possui inúmeros benefícios,&nbsp;como&nbsp;proteger contra infecções,&nbsp;auxilio n</span><span data-contrast="auto">a dentição e&nbsp;no desenvolvimento dos aparelhos fonador, respiratório e digestivo da criança&nbsp;e</span><span data-contrast="none">&nbsp;proteger a lactante contra o câncer de ovário, portanto, sua&nbsp;interrupção pode ser prejudicial. Sendo assim, a&nbsp;Organização&nbsp;Mundial da&nbsp;Saúde adota&nbsp;esses&nbsp;padrões de aleitamento materno para que sejam&nbsp;preconizados&nbsp;mundialmente&nbsp;e&nbsp;aumente&nbsp;a taxa dessa pratica até o sexto mês do bebe,&nbsp;que no Brasil ainda é de 40%.&nbsp;</span><span data-contrast="auto">Conclui-se&nbsp;a necessidade de&nbsp;novas pesquisas para obter mais informações e atualizações sobre o tema e seus efeitos na saúde da mãe e do bebê. Mas é importante ressaltar, o conhecimento já obtido sobre o papel da amamentação exclusiva, enfatizando seus benefícios na vida do lactente, ao adota-la nos primeiros seis meses de vida.&nbsp;</span><span data-contrast="none">Além disso,&nbsp;tem-se ainda que é de suma importância o papel dos profissionais de saúde no que diz respeito a orientação e conscientização principalmente na atenção primaria e que estejam preparados para apoiar mulheres e suas famílias nesse&nbsp;processo&nbsp;tão importante nos anos iniciais do ser&nbsp;humano.</span><span data-contrast="auto">&nbsp;</span></p> Gabriella Serravalle, Fernanda Ferreira Mendonça, Isadora de Paula Souza Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1292 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ANÁLISE DA VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA NO BRASIL COMO VIOLAÇÃO DO DIREITO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1341 <p><span style="font-weight: 400;">A violência obstétrica foi reconhecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como problema de saúde pública e consiste em agressão física, moral, patrimonial ou psicológica a mulheres gestantes, no pré-natal, parto ou puerpério. Este trabalho tem como objetivo analisar a violência obstétrica no Brasil junto a implicação legal do direito integral à saúde da mulher. Trata-se de uma revisão de literatura integrativa com buscas nas bases de dados </span><em><span style="font-weight: 400;">Scientific Eletronic Library Online </span></em><span style="font-weight: 400;">(SciELO), Literatura Latino-Americana em Ciências da Saúde (LILACS) e PubMed, utilizando os descritores: violência obstétrica, direito à saúde e Brasil. Foram utilizadas informações da Constituição Federal e projetos de lei. Os critérios de elegibilidade foram artigos disponíveis na íntegra e no período de 2015 a 2020. A partir da pesquisa nas bases de dados, foram identificados 50 trabalhos sendo 64% da SciELO (n=32), 16% da LILACS (n=8) e 20% da PubMed (n=10). Após a busca de trabalhos duplicados e da leitura dos títulos e resumo, 45 trabalhos foram excluídos por não contemplarem o objetivo da revisão. Assim, 5 trabalhos foram selecionados após a leitura do texto na íntegra. Conclui-se após a análise que a violência obstétrica é uma agressão contra a mulher desde o pré-natal ao puerpério e, no Brasil, infringe diversos direitos assegurados pela lei. No Brasil há altos índices de morbimortalidade materna e neonatal, os quais são causados, em grande parte, devido a violência obstétrica. A mulher possui direito a autonomia e o poder de tomar decisões em todo o processo gravídico e puerperal assegurados legalmente, visto que a saúde é um direito de todos, inclusive os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres. Todo e qualquer ato de violência como a recusa de atendimento e acompanhamento, agressões verbais, esterilização compulsória, retirada do poder de autonomia e decisão sobre seu corpo, assistência desumana, privação de alimentos durante o trabalho de parto, posição litotômica, manobra de Kristeller são considerados violência obstétrica. É garantido pelos meios legais da Constituição Federal de 1988, artigo 196; no código de Ética Médica, artigo 31; Em Santa Catarina na Lei nº 17.097, de 2017; na Lei 11.634, de 2007; na Lei 11.108, de 2005; em São Paulo na Lei 1.130, de 2017 e nos projetos de Lei 7.633, de 2014; 8.219, de 17 e 7.867, de 17; o total exercício do direito à saúde, direitos sexuais e reprodutivos pela gestante com autonomia e respeito, caracterizando a violência obstétrica como crime. Dessa forma, deve ser repudiado, denunciado e julgado qualquer tipo ação que vá contra esse direito.</span></p> Amanda Pires, Paula Santos, Samara Benites Moreira Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1341 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ANALISES SOROLÓGICAS E SUA IMPORTÂNCIA NA INVESTIGAÇÃO EPIDEMIOLOGICA DA FEBRE MACULOSA BRASILEIRA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1290 <p>Caracterizada por edemas maculo papulares em humanos, a febre maculosa é ocasionada por <em>Rickettsias </em>spp., que são bactérias gram negativas intracelulares obrigatórias, no Brasil a <em>R. rickettsii </em>e a<em> R. parkeri</em>, são transmitidas por vetores, geralmente carrapatos do gênero <em>Amblyomma</em>. Esses carrapatos e seus hospedeiros são os responsáveis por manterem a doença em seu ciclo enzoótico, e esses vetores costumam parasitar diversos animais no meio ambiente, tendo mamíferos como hospedeiros participantes de seus ciclos de vida. Roedores e pequenos mamíferos têm grande importância nas fases imaturas desses vetores, enquanto os demais animais podem ser parasitados tanto pelas ninfas quanto pelas fases adultas. Dentre os hospedeiros susceptíveis alguns roedores como as capivaras, são capazes de atuarem como hospedeiros amplificadores, dessas bactérias por conviverem no ambiente em que o patógeno está presente, atraírem seus vetores e serem suscetíveis à infecção. &nbsp;Animais domésticos como cavalos e cães são excelentes hospedeiros sentinelas, pois através de analises sorológicas é possível detectar a presença da bactéria em determinadas áreas. A Febre Maculosa Brasileira tem grande importância para a saúde pública, pois é uma riquetsiose com 80% de taxa de letalidade quando não tratada. A preocupação com a FMB cresceu muito nos últimos anos devido ao aumento de casos notificados e confirmados em zonas rurais e periurbanas entre os anos de 2007 e 2017. O presente trabalho tem por objetivo, enfatizar a importância da detecção da FMB na natureza e em áreas rurais e periurbanas. Foi realizada uma breve revisão bibliográfica nas principais base de dados com foco em artigos recentes e com boa pontuação no QUALIS. Para a o diagnostico laboratorial o teste de eleição é a sorologia, realizada a partir da técnica de Reação de Imunofluorescência Indireta-RIFI que busca verificar a presença de anticorpos anti-ricketsias em animais e para o teste em vetores coletados diretamente da natureza, a PCR convencional e a qPCR são necessários para verificar a presença do agente nos carrapatos responsáveis pela transmissão. A partir da técnica de RIFI feita através da coleta do soro dos animais, e introduzindo anticorpos anti-Rickettsia, é possível saber se o animal em teste entrou alguma vez em contato com a bactéria ao logo de sua vida, assim, sendo possível ter um histórico da presença do agente em locais específicos de pesquisa epidemiológica. Devido ao crescimento dos casos, estudos que visam detectar a presença da FMB são de grande importância, pois quando detectada precocemente é possível alertar a vigilância epidemiológica do município, para que medidas de prevenção sejam tomadas, para isso testes sorológicos como a técnica de RIFI, realizados em soro coletados de animais, seja na natureza ou de propriedades rurais, tem grande importância para o monitoramento de áreas endêmicas e não endêmicas. Mediante aos expostos pode-se concluir, que está zoonose deve ser monitorada a partir de investigações soroepidemiológicas para que não haja possíveis surtos endêmicos. Outras formas de auxiliar as populações rurais são, por meio de ações que promovam orientações acerca de prováveis locais de infecções (LPI), além do conhecimento dos vetores, bem como seus amplificadores.</p> Nicolas Jalowitzki, Raquel Loren dos Reis Paludo Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1290 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 APLICAÇÕES DA GENÉTICA MÉDICA NA ATIVIDADE DOS PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1196 <p>A Genética é a ciência que estuda a estrutura, a herança, a expressão e as mutações dos genes ao longo das gerações. Os conceitos genéticos são relativamente contemporâneos quando comparados com outras ciências. No entanto, nas últimas décadas ocorreu grande evolução no campo da genética, principalmente da genética médica.</p> Alice Ramos, Samylla de Oliveira Fernandes Sousa, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1196 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 O IMPACTO DO ESTUDO DA NEUROCIÊNCIA COGNITIVA NA EDUCAÇÃO E APRENDIZAGEM ESCOLAR https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1308 <p>Esse trabalho visa mostrar a influência positiva ao se utilizar a neurociência na educação escolar</p> Fellipe Alves Soares, Isaque Martino de Assis Pereira e Silva, Paulo Augusto de Melo Brasil Augusto de Melo Brasil, André Matheus Matheus Carvalho da Silva Leite, Thatiane Marques da Silva, Juliana Evangelista Bezerril Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1308 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AUTOESTIMA NO TRABALHO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1373 <p>O presente trabalho objetiva apresentar uma breve relação sobre a autoestima de um indivíduo no ambiente de trabalho. Para isso, utilizamos como metodologia a revisão bibliográfica de caráter qualitativo descritivo. Percebe-se pela revisão de literatura, uma estreita aproximação entre autoestima, confiança, adaptação e satisfação.&nbsp; À guisa de conclusão, nota-se que a autoestima pode ser pauta de diálogo e ações dentro das organizações. Ademais, profissionais como o psicólogo organizacional e do trabalho e administradores podem ter um papel fundamental nesta iniciativa.</p> Wilmar Ferreira Neves Neto, Gustavo Nascimento Neves Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1373 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A igualdade social na educação superior depois da Lei 12.711, de 2012 https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1276 <p>Este trabalho tem como finalidade, fazer uma reflexão sobre a Lei 12.711, de 2012, com intuito de demonstrar os benefícios que a mesma trouxe no fortalecimento de política afirmativas. Entretanto, ainda existem muitas especulações, e contrariedades à mesma. A priori, traz a importância da publicação como forma de fortalecimento das ações afirmativa.</p> Eleno Marques de Araújo, Senhorita Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1276 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 ENFERMIDADES DERMATOLOGICAS E OS DISTÚBIOS PSICOLOGICOS: A RELAÇÃO ENTRE A ANSIEDADE, ESTRESSE E AS DOENÇAS DE PELE https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1378 <p>A relação entre distúrbios psicológicos e enfermidades físicas é tema de diversos estudos na atualidade. Esses estudos evidenciam, que muitas doenças de pele podem estar diretamente relacionadas com aspectos neuronais. O estresse e a ansiedade são fatores importantes, que parecem estarem associados a exacerbação e recorrência dessas doenças. Apesar de muito estudado, pouco se sabe ainda sobre esse tema, alguns autores acreditam em uma possível relação entre o eixo hipotálamo-hipófise-adrenal e os receptores localizados na pele, que daria origem á lesões, além de influenciarem nas emoções e sensações, como suor, rubor e o prurido, que motivam de maneira direta no aparecimento de problemas dermatológicos. O presente estudo visa conhecer e compreender, por meio de uma revisão bibliográfica tendo como base de dados o Scielo, Google acadêmico e o Science.gov, como é dada a relação entre as enfermidades dermatológicas e os distúrbios psicológicos e como esses podem repercutir em diversos aspectos da vida do indivíduo.</p> Michele Martins de Souza Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1378 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 GEOHELMINTOS ZOONÓTICOS EM PRAÇAS EOU PARQUES PÚBLICOS DE MINEIROS, PORTELÂNDIA E SANTA RITA DO ARAGUAIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1375 <p>Os geohelmintos zoonóticos, <em>Ancylostoma </em>sp. e <em>Toxocara </em>sp., se tratam de parasitas gastrintestinais em seus hospedeiros definitivos, cães domésticos, que acidentalmente são capazes de infectar os seres humanos, causando as respectivas síndromes, Larva Migrans Cutânea (LMC) e Larva Migrans Visceral (LMV). Com base nisto, o objetivo deste trabalho é demonstrar a prevalência de contaminação em amostras fecais coletadas de praças e parques das cidades de Mineiros, Portelândia e Santa Rita do Araguaia, do estado de Goiás. Para tanto, realizamos coletas em 11 praças, parques ou áreas de lazer nestes municípios, totalizando 42 amostras fecais para avaliação. Através da técnica coproparasitológica Willis-Molay, pelos métodos de Flutuação Simples e Sedimentação Simples, foram identificadas 33 amostras positivas para <em>Ancylostoma </em>sp<em>.</em> e destas 2 amostras positivas para contaminação mista por <em>Ancylostoma </em>sp. e <em>Toxocara </em>sp. Sendo assim, por meio dos resultados obtidos, é possível afirmar que há a contaminação por geohelmintos nesses ambientes de lazer destas cidades do sudoeste goiano, ressaltando-se a necessidade de aplicação de medidas para controle e prevenção da circulação destes parasitas entre a população animal e humana, pois se tratam de potenciais zoonoses preocupantes em vistas à saúde pública.</p> SAMARA MOREIRA FELIZARDA, Mayra Parreira Oliveira, Gabriela Regina Silveira do Nascimento, Alice Caroline da Silva Rocha, Dirceu Guilherme de Souza Ramos, Ísis Assis Braga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1375 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 USO DE PELE DE TILÁPIA EM TRATAMENTO DE QUEIMADURAS https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1283 <p>Queimaduras são lesões traumáticas de tecidos, classificadas de acordo com o grau de extensão e profundidade da lesão, com alto risco de desenvolver complicações, que requerem um manejo ideal para menores prejuízos. O presente trabalho tem como objetivo informar através de dados já existentes sobre as vantagens terapêuticas e particularidades do uso da pele de tilápia no tratamento de pacientes com queimaduras.</p> Mable Pedriel Freitas, Nathalia Martins Carneiro, Nicole Cerveny Lima, Natália de Filippo Mariosa Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1283 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 AVALIAÇÃO HEMATOLÓGICA EM CÃES PARASITADOS COM MICROFILÁRIAS DE Dirofilaria immitis https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1381 <p>A dirofilariose canina é causada pelo nematoide <em>Dirofilaria immitis</em>, conhecida também como a doença do “verme do coração” possui um caráter fatal para animal infectado, sendo o cão doméstico seu principal hospedeiro. Uma antropozoonose emergente de cães considerada endêmica no país, onde a transmissão ocorre por meio de vetores, como os mosquitos dos gêneros <em>Culex, Aedes</em> e <em>Anopheles</em>. A severidade da doença varia de acordo com a quantidade de verme presente no sistema do animal, podendo afetar diversos órgãos resultando em alterações nos exames laboratoriais. Sendo assim, o objetivo deste trabalho é avaliar o perfil hematológico de cães infectados no município de Mineiros – GO. Para isso, foram coletados 10 exames hematológicos de cães infectados com dirofilariose do laboratório veterinário local, coletados de clinicas veterinárias do município, nos quais foram identificadas microfilárias do <em>Dirofilaria immitis</em> pela técnica de esfregaço sanguíneo. Para auxiliar na análise dos dados, foram realizadas pesquisas nas bases de dados como Google Scholar, Periódico Capes, SciELO e PubVet. Diante disto, com a análise obtida, conclui-se a importância de se avaliar os dados hematológicos encontrados, visando também a importância do diagnóstico conclusivo desta doença.</p> Mayra Parreira Oliveira, Samara Moreira Felizarda, Bruna Samara Alves Ribeiro, Rafaela Vasconcelos Ribeiro, Karla Irigaray Nogueira Borges, Ísis Assis Braga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1381 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 MEDICINA TERANÓSTICA: INOVAÇÃO EM NANOTECNOLOGIA APLICADA AO TRATAMENTO ONCOLÓGICO https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1365 <p>A utilização da nanotecnologia na medicina por meio de moléculas biológicas vetoriais e compatíveis a células tumorais, tem como principal vantagem, direcionar o medicamento para os tecidos comprometidos. Este trabalho tem como objetivo validar a importância da aplicação nanotecnológica no tratamento oncológico, uma pesquisa nas bases de dados Lilacs, SciELO, Medline e PubMed. A literatura descreve a nano-imunoterapia como estratégia para aumentar a imunidade ao câncer, através da potencialização de etapas-chave na cascata de reação imune. Esse tipo de tecnologia procura aumentar a reação do corpo humano frente a liberação, processamento e apresentação dos antígenos, encaminhando tais partículas para a morte mediada por células imunes. Estudos observaram substâncias eficazes para o tratamento de câncer de mama com alta eficiência e baixa toxicidade celular. Diante disso, é valido ressaltar o seu manejo na medicina em resultados na melhora do tratamento oncológico.</p> Ketellyn Kassia Ferreira de Andrade, Tamillis, Gabryelly, Gabriel , Dr. Geraldo Eustáquio da Costa Junior Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1365 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Fatores de melhora na qualidadede vida de pacientes acometidos por psicodermatoses https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1425 <p>Resumo: Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, um em cada três pacientes que apresentam problemas na pele sofrem de causas emocionais. Nesse sentido, as psicodermatoses são um grupo de doenças com origem psíquica que se manifestam na pele, como é o exemplo da psoríase, do vitiligo e da dermatite atópica. As dermatoses geram impactos profundos na vida social e na saúde mental de seus portadores, além de exercer influência em qualquer aspecto da vida. Dessa forma, oferecer medidas para mitigar o sofrimento dos pacientes com psicodermatoses – no âmbito físico, emocional e social – ajuda no prognóstico e na aceitação da doença. O presente trabalho tem como finalidade abordar alguns dos fatores que oferecem melhora na qualidade de vida de pacientes acometidos pelas psicodermatoses, através de um levantamento bibliográfico integrativo. <br><br></p> eugenia cristina vilela coelho Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1425 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Câncer colorretal e as dificuldades do paciente ostomizado. https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1372 <p>O objetivo deste artigo é apresentar uma revisão de literatura sobre a relação entre o câncer colorretal e a bolsa de colostomia. Foram pesquisadas publicações do período de 2017 a 2021, usando como base de dados ScieLO, Google Acadêmico e Biblioteca do Centro Universitário de Mineiros. Discutiram-se vários aspectos importantes relacionados com o câncer de cólon e reto, uma vez que é um dos cânceres mais incidentes no Brasil. As principais questões levantadas foram a definição de câncer colorretal, bem como sua epidemiologia e fisiopatologia, seus fatores de risco, e o que é a colostomia e a sua relação com o câncer colorretal, as adaptações e dificuldades enfrentadas por pessoas ostomizadas e, por fim, as principais orientações médicas para pessoas que fazem o uso da bolsa de colostomia.</p> Murilo Biato Assunção, Sarah Elisa Gomes de Paula Macêdo, Ana Carolina Martins Pereira, Maria Eduarda Dantas dos Santos, Geraldo Eustaquio da Costa Junior Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1372 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 DAS AULAS PRESENCIAIS AO ENSINO REMOTO: IMPACTOS DE UMA PANDEMIA https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1402 <p>Nunca a educação foi impactada como nos anos de 2020 e 2021 por conta da pandemia provocada pelo CORONAVÍRUS, COVID 19, que revelou como o Brasil não estava preparado para o seu enfrentamento. Escolas fechadas, professores diante de uma tecnologia digital apenas imaginado, mas nunca vivenciado. No entanto, professores durante a pandemia têm surpreendido imensamente a todos pela sua força e dedicação apesar das dificuldades enfrentadas em seu dia a dia.&nbsp; Reinventando diante ao cenário atual, onde as aulas presenciais passam para aulas remota. Desafios para que estudantes possam continuar seus estudos sem grandes perdas. O objetivo deste resumo é apresentar as dificuldades que a tecnologia trouxe para todos no ensino-remoto durante a pandemia. Pesquisa de cunho quantitativo, baseado em bibliografias disposta no SEILO, Google Acadêmico e demais fontes de pesquisa. Como se trata de um resumo os resultados são apenas apontamentos que revelam que mesmo com todos os esforços os impactos negativos foram inevitáveis, desde o abandono como o desinteresse.</p> MAYSNARA RIBEIRO, Gabriela Almeida Silva, Elisângela Maura Catarino Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1402 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Impactos da Covid-19 na saúde mental da população idosa. https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1362 <p>OBJETIVO: Compreender o idoso e a sua saúde mental frente as atuais restrições de isolamento social para o controle da pandemia da Covid-19.</p> <p>MÉTODOS: Trata-se de uma revisão bibliográfica narrativa, realizada por meio da coleta de dados pelas plataformas de pesquisas, principalmente, SciELO e PubMed. A estratégia de busca procurou incluir dados entre os anos de 2019 a 2021, utilizando critérios para a seleção de tais artigos como referência bibliográfica.</p> <p>CONCLUSÃO: Observa-se que as diversas consequências relacionadas a pandemia da Covid-19 repercutiram diretamente na população da terceira idade, ocasionando diversos transtornos mentais a esses indivíduos. Como principais exemplos desses sintomas que vem os atingindo, durante essa pandemia, tem-se:&nbsp; a insônia e o sentimento de solidão. Desse modo, pode-se constatar a importância da valorização a saúde mental do idoso durante um cenário críticos de isolamento e distanciamento social.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-chave:</strong> COVID-19. Saúde mental. Idosos.</p> GIULLIA FORTE, Juan, Ana Maria, Rodrigo Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1362 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 A importância da individualização dos protocolos profiláticos em cães e gatos https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1388 <p>A vacinação e desparasitação são métodos profiláticos de importante uso na Medicina Veterinária, utilizados a fim de evitar o desenvolvimento de doenças infecciosas nos animais. Contudo, estudos comprovam que nem sempre o uso desses recursos é sinônimo de proteção, visto que reações adversas foram associadas ao uso destes. Desse modo, o ideal é que tais protocolos sejam realizados sob medida para cada paciente, levando em consideração características individuais. Haja vista o exposto, o presente trabalho objetiva demonstrar a importância de cães e gatos terem protocolos de vacinação e desparasitação individuais, a fim de evitar prescindível administração. Como critério de pesquisa, foram consultadas as bases de dados: Pubvet, Google acadêmico, realizando levantamento bibliográfico em artigos científicos, revistas, monografias atuais referentes à temática escolhida.</p> Laira Campos Souza, Geovana Oliveira Campos, Guilherme Freitas Arrebola Vieira, Ísis Assis Braga Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1388 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300 Alterações Quantitativas das Plaquetas em Pequenos Animais: Revisão de Literatura https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1392 <p>As plaquetas ou trombócitos são células sanguíneas que desempenham papel fundamental na hemostasia através da formação do trombo plaquetário. Em um hemograma, as alterações quantitativas das plaquetas podem ser classificadas em trombocitose (aumento do número de plaquetas acima valor de referência para a espécie) e trombocitopenia (dimuição do número de plaquetas abaixo do valor de referência para a espécie).&nbsp; A trombocitose pode ser classificada em primária (doenças mieloproliferativas) e secundária (ocasionada por uma resposta fisiológica ou trombopoiese reativa) . A trombocitopenia é provocada por distúrbios na produção, na distribuição ou destruição das plaquetas. O objetivo deste trabalho é realizar &nbsp;uma revisão bibliográfica das principais causas da alterações quantitativas das plaquetas com intuito de reunir informações atualizadas sobre o tema que é de extrema importância na rotina clínica veterinária.</p> Lourena Marian Ribeiro, Iana Vilela Resende, Samara Martins Calegari, Ísis Assis Braga, Karla Irigaray Nogueira Borges Copyright (c) 2021 Anais da Semana Universitária e Encontro de Iniciação Científica (ISSN: 2316-8226) https://publicacoes.unifimes.edu.br/index.php/anais-semana-universitaria/article/view/1392 Mon, 31 Jan 2022 00:00:00 -0300