PREVALÊNCIA DE AMASTIGOTAS NO PARÊNQUIMA HEPÁTICO NA DOENÇA DE CHAGAS AGUDA EXPERIMENTAL

Autores

  • Arianny Lima da Silva Unifimes
  • Melissa Carvalho Martins de Abreu
  • Camila Botelho Miguel
  • Javier Emilio Lazo-Chica
  • Wellington Francisco Rodrigues

Resumo

A patogenia da doença de chagas foi demostrada além de estar associada com diferentes linhagens parasitarias e reposta imune do hospedeiro, a carga parasitaria é um fator importante que gera diferentes respostas e graus de invasão tecidual, incluindo no fígado.

Downloads

Publicado

2022-01-31