CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS NO BRASIL: SISTEMA DE CURADORIAS DE ESPÉCIES ANIMAIS

Autores

  • Jefferson Primo Pereira Silva Unifimes

Resumo

Os recursos genéticos são unidades funcionais de hereditariedade a serem exploradas para fins de produção de alimentos e conservação biológica de espécies de valor cientifico, econômico, social ou ambiental. A conservação desses recursos se faz necessária para a preservação de material genético animal. Fator de grande influência e importância é o alto desempenho da pecuária brasileira responsável em promover a conservação de raças que, consequentemente após serem caracterizadas geneticamente, desempenham um papel importante na segurança alimentar. O estudo teve como objetivo realizar um levantamento preciso sobre o sistema de curadoria de germoplasma de espécies animais descrevendo principalmente o quantitativo de recursos genéticos preservados no Brasil. Para isso, foi utilizado o método de pesquisa descritiva e a base de dados consultada foi do Portal Alelo, sistema de gestão de dados e informações de pesquisa com recursos genéticos, disponibilizado pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). O estudo identificou que o sistema de curadorias de germoplasma da Embrapa tem por objetivo definir, sistematizar e integrar todas as atividades indispensáveis ao manejo, conservação e uso de germoplasma, através da gestão coordenada dos bancos ativos de germoplasma animal que se encontram em outras Unidades da empresa. O Sistema foi formalizado em 1993 pela necessidade estratégica de ação em rede com as instituições do Sistema Nacional de Pesquisa Agropecuária (SNPA) e em 1999, este sistema foi ampliado e aperfeiçoado. Neste sistema, encontram-se informações detalhadas sobre raças tanto de interesse zootécnico como animais nativos, que foram distribuídos em 29 núcleos de conservação, presentes em 10 diferentes Unidades. São cerca de 10.757 animais incluindo bovinos, caprinos, suínos, ovinos, equinos, bubalinos, asininos, peixes, catitus, muçuãs, além de mais 10 colônias de Melipona fasciculata e oito de Melipona subnitida. Segundo Egito et al. uma alternativa de prevenção de recursos genéticos é necessária visto que animais nativos ou exóticos podem ser substituídos ou modificados por interesses comerciais. Nota-se que apesar do grande esforço realizado pela Embrapa ao abordar a questão de conservação dos recursos genéticos de espécies animais, o Brasil ainda possui um longo caminho a ser percorrido pela grande variedade de espécies existentes já conhecidas e as incontáveis desconhecidas.

 

Palavras-chave: Curadoria. Conservação. Germoplasma. Embrapa.

Downloads

Publicado

2022-01-31